Topo

Borja e Deyverson deram únicas vitórias em 10 jogos contra o Corinthians

Borja e Deyverson têm um péssimo início de ano no Palmeiras - Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação
Borja e Deyverson têm um péssimo início de ano no Palmeiras Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

09/11/2019 04h00

O Palmeiras tem tido dificuldades de vencer o Corinthians nos últimos anos. Dos últimos dez jogos entre eles, o Alviverde perdeu sete vezes, empatou uma e ganhou só duas. E há uma coincidência nos dos únicos triunfos palmeirenses desde 2017: os autores dos gols sofrem para se firmar até hoje.

Contratados por um total que ultrapassa os R$ 70 milhões, eles estão entre os mais caros da história do Palestra Itália, mas não conseguiram corresponder à expectativa.

Em março de 2018, Borja fez o único gol da vitória por 1 a 0 em plena Arena Corinthians. O jogo era válido pela primeira parte da final do Paulista e não adiantou muita coisa. Na volta, os corintianos venceram pelo mesmo placar e levantaram o troféu nos pênaltis, no jogo que ficou marcado pela suposta interferência externa na arbitragem.

O atual momento do colombiano é ainda pior. Se tiver todos os atletas à disposição, Mano Menezes não o levará nem para o banco de reservas por opção técnica. A situação só piorou quando o treinador palmeirense disse ao programa Bola da Vez que o atleta não tinha uma trajetória que fizesse justiça ao investimento de R$ 50 milhões.

Na terça, o empresário do jogador veio a público e atacou Mano. Depois, foi a vez de o próprio atleta dar entrevista a uma rádio na Colômbia para dizer que "doeu a alma" ouvir seu comandante.

Deyverson é o nome da outra vitória nesta sequência. O atacante fez o gol do triunfo registrado no dia 9 de setembro de 2018, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro. Seu momento é melhor que o do colombiano, mas ele está longe de satisfazer comissão técnica e diretoria.

Com episódios de indisciplina, ele pode ser negociado se uma boa proposta chegar na janela do fim do ano. Titular nos últimos jogos por conta da lesão de Luiz Adriano, ele fez alguns bons jogos, mas não conseguiu se livrar da fama que construiu desde a sua chegada à Academia.

Neste sábado, o Alviverde deve precisar dele para conseguir voltar a vencer o Corinthians. Um dos bons sinais para o Palmeiras é a saída de Fabio Carille e a ida do jogo para o Pacaembu, dada a ampla vantagem do ex-treinador corintianos e dérbi e o histórico positivo dos corintianos jogando no Allianz Parque.

Palmeiras