Topo

Marinho diz que não é só meme e joga "pra c...": veja o que números dizem

Marinho comemora após marcar pelo Santos contra o Botafogo - Marcello Zambrana/AGIF
Marinho comemora após marcar pelo Santos contra o Botafogo Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

04/11/2019 12h29

O atacante Marinho teve um momento "pistola" no intervalo da vitória do Santos sobre o Botafogo ontem, por 4 a 1, na Vila Belmiro, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Após marcar o segundo gol do jogo, o camisa 11 foi questionado na saída do gramado sobre o nome daquele gol, após batizar de "minimíssil aleatório" o anotado contra os cariocas no primeiro turno.

"Hoje eu não vou dar nome para esse gol, não. Gol é gol, trabalho que venho fazendo. Muita gente me conhece só por meme, vocês têm que começar a olhar para mim um pouquinho também como jogador de futebol, porque eu sou bom pra c...", afirmou de maneira um tanto áspera. Ao fim do jogo, em nova entrevista com o repórter, pediu desculpas e disse que se expressou mal.

Para entender se o atleta realmente "joga pra c..." o UOL Esporte foi buscar os números da carreira de Marinho. O camisa 11 marcou oito gols nesta temporada: quatro pelo Santos e outros quatro pelo Grêmio, além de ter distribuído cinco assistências. Ao todo, foram 47 anotados desde o início no futebol profissional.

Os gols marcados pelo Peixe foram todos "decisivos". O primeiro valeu a vitória contra o Botafogo no primeiro turno, enquanto o segundo colocou o Santos na frente do Fortaleza (apesar do rival ter buscado o empate mais tarde). O terceiro e o quarto não colocou o Santos na frente no placar, mas foram gols "da tranquilidade": o 2 x 0 contra o Palmeiras, que definiu o placar, e também o 2 x 0 contra o Botafogo, que manteve o Peixe na frente quando os cariocas diminuíram.

O atacante que chegou ao Santos em junho vem evoluindo muito dentro do esquema de Jorge Sampaoli. O argentino chegou a colocá-lo no banco de reservas dizendo que ele precisava aprender a "combinar" melhor com os outros atletas do seu setor. Depois de três jogos fora, Marinho foi titular em cinco das últimas sete partidas, atrás apenas de Sasha em utilização entre os atacantes no período.

O atleta de 29 anos está perto de igualar sua segunda temporada mais artilheira da carreira, quando marcou dez gols em 2015, passando por Ceará e Cruzeiro. A média de gols no Peixe é bem parecida com a daquele ano: um gol a cada 4,2 jogos sob comando de Sampaoli contra um tento a cada quatro partidas em 2015. O melhor ano da carreira, porém, está distante: 21 gols em 43 jogos com o Vitória, em 2016.

Marinho ficou conhecido após uma entrevista quando ainda atuava pelo Ceará. Na ocasião, o atacante virou meme ao responder "que m..., hein? Sabia não" quando foi informado que estava suspenso pelo amarelo recebido na comemoração do gol marcado. Desde então, Marinho é sempre relacionado ao episódio e responde questões sobre o meme.

Não foi a primeira vez que o camisa 11 fugiu de repetir um meme. Na estreia pelo Santos, diante do Ceará, ele foi questionado se sabia que o Peixe estava há três jogos sem marcar, mas não caiu.

Além de gols, dribles e declarações, outro fator chama atenção na carreira de Marinho: o número de cartões amarelos. O camisa 11, que costuma ajudar na marcação, já recebeu mais de 60 cartões amarelos na carreira, mas sabe administrar o cartão no jogo, já que só foi expulso três vezes.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Santos