Topo

Galiotte diz que "VAR não tem atuado em jogos do Fla" e vai reclamar na CBF

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

29/09/2019 19h11

O presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, atacou a arbitragem e o uso do recurso do árbitro de vídeo (VAR) após o empate por 1 a 1 com o Internacional, hoje, no Beira-Rio, em que o time paulista teve um gol de Bruno Henrique anulado aos 39 minutos do segundo tempo. Para o mandatário alviverde, o VAR não tem agido com o mesmo rigor para todas as equipes. Ele citou especificamente o Flamengo, líder do Campeonato Brasileiro, como beneficiado. O Palmeiras confirmou ainda que fará uma reclamação formal na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a partir de amanhã.

"Até vou citar o lance aqui, porque é uma situação desconfortável demais para o futebol. O Felipe Melo toma cartão em absolutamente todas as jogadas. Ontem, o Gabriel pisou (em lance com Daniel Alves, no empate do Fla por 0 a 0 com o São Paulo) e o VAR não foi pedido", disse Galiotte.

"Em muitos lances, o VAR não tem atuado em jogos do Flamengo, isso é fato. Ontem foi um exemplo. Tem o jogo do Internacional também, no Maracanã. A gente vem a público pedir uma arbitragem que apite igual para todos", completou o presidente, citando a vitória do Flamengo por 3 a 1 sobre o Inter na última quarta-feira, em que os colorados saíram reclamando de um pênalti não marcado de Rodrigo Caio sobre Guerrero.

Sobre o lance do gol anulado do Palmeiras, Galiotte repetiu as reclamações feitas pelo técnico Mano Menezes em sua entrevista coletiva: disse que a bola tocou sim no braço de Willian na origem da jogada, mas que o atacante antes sofreu falta do zagueiro Klaus. Mano, por sinal, também disse que o VAR não tem atuado de forma igual para os times e fez referências a lances envolvendo o Flamengo.

"A bola bateu (no braço), em uma falta que ele (Willian) recebeu. Cadê a falta? O gol foi anulado, e nem a falta foi marcada. Estamos pedindo critério, justiça. Vamos disputar o campeonato de forma séria, mas que a arbitragem também atue de forma séria", disse Galiotte.

Com o empate no Beira-Rio, o Palmeiras manteve a distância de três pontos para o Flamengo. O Rubro-Negro lidera com 49 pontos, contra 46 do Verdão. A equipe paulista volta a campo no próximo domingo (6), contra o Atlético-MG, no Allianz Parque.

Inter também vai à CBF

Curiosamente, o Internacional também anunciou que enviará dois representantes à CBF na próxima terça-feira. A razão para isso é ouvir os áudios do VAR na partida contra o Flamengo, realizada na quarta-feira passada. Com duas expulsões, protestando um pênalti não marcado em Paolo Guerrero e reclamando uma penalidade marcada para o Fla, o Colorado tem uma série de lances elencados e irá protestar.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Palmeiras