PUBLICIDADE
Topo

Willian diz que não sentiu bola pegar no braço em lance de gol anulado

Do UOL, em São Paulo

29/09/2019 18h19

O atacante Willian afirmou que não sentiu a bola tocar em seu braço no lance do gol anulado do Palmeiras nos minutos finais do empate por 1 a 1 contra o Internacional, hoje, no Beira-Rio, pelo Campeonato Brasileiro. O jogador ainda evitou criticar o árbitro Braulio da Silva Machado, que invalidou o lance após rever a jogada no monitor do VAR.

"Acredito que tem o VAR para isso, mas na hora em que eu protegi a bola, em nenhum momento senti a bola bater na minha mão. Vamos pela verdade da forma que ele viu no VAR, paciência. Tem o VAR para isso, e não é porque seria a nosso favor que tem que crucificar o árbitro pelo que ele interpretou. Tem que ficar tranquilo e ter uma boa semana para já pensar no jogo de domingo", disse Willian.

No lance polêmico, após receber uma bola de Lucas Lima, Willian protegeu de costas e dividiu com o zagueiro Klaus, que chegou para disputar a jogada. A bola sobrou para Lucas Lima, que deu o passe para Bruno Henrique fazer o gol. Após rever o lance, porém, o árbitro anulou por toque com o braço de Willian - na nova regra, qualquer toque de mão do ataque, voluntário ou não, invalida lances de gol.

Apesar da tristeza com o lance anulado, Willian comemorou o golaço que fez no começo do segundo tempo para empatar a partida, pegando de primeira uma bola alta na área. No primeiro tempo, o Inter foi melhor e saiu ganhando por 1 a 0, com gol de Patrick.

"Feliz pela circunstância do jogo, pelo primeiro tempo que o Inter fez, a forma como se impôs dentro de campo, dominando a partida. Sabíamos que tínhamos que melhorar muito para poder pelo menos empatar a partida, e fui feliz no chute", disse Willian.

Com o empate, o Palmeiras manteve a distância em relação ao líder Flamengo em três pontos: 46 a 49. O Verdão volta a campo no próximo domingo (6), contra o Atlético-MG, no Allianz Parque.

Palmeiras