Topo

Sampaoli valoriza identidade do Santos contra o Fla: "Não nos apequenamos"

Do UOL, em São Paulo

14/09/2019 20h15

A derrota de hoje (14) do Santos para o Flamengo, no Maracanã, não foi das mais preocupantes no entendimento do técnico Jorge Sampaoli. Em entrevista concedida ainda no Maracanã após a final simbólica do primeiro turno, o argentino valorizou a manutenção da identidade de sua equipe frente ao líder do Brasileirão em pleno Maracanã.

"Enfrentamos um rival com muita moral, fora de casa. Não nos apequenamos, não tivemos medo, tentamos jogar. Competimos de maneira intensa. A forma que a equipe se portou me deixa tranquilo. Existem formas de perder, mas a de hoje não me preocupa. O Santos perdeu o jogo, mas não perdeu sua identidade", afirmou Sampaoli.

De fato, o retrospecto recente do Flamengo reforça a otimista análise do treinador santista. Esta foi a primeira vitória "mais sofrida" dos cariocas após ter engatado quatro goleadas no campeonato - 3 a 0 sobre Avaí, Palmeiras e Ceará e ainda 4 a 1 num clássico contra o Vasco.

Entendendo o duelo deste sábado como equilibrado, Sampaoli creditou o revés santista ao talento de Gabigol, autor do golaço no Maracanã. Vale lembrar que o técnico argentino, quando assumiu o cargo no Santos, chegou a lamentar justamente a saída do centroavante, que na época deixava o Peixe a pedido da Inter de Milão.

"Diante da igualdade que se deu hoje, apareceu um jogador que fez um gol que ninguém esperava. Foi muito equilibrado. Existem individualidades que resolvem, não tínhamos muito o que fazer", pontuou Sampaoli.

"Nosso time foi valente, não teve medo. Fizemos o que correspondia. Faltou mais pensar na última jogada para tentar um resultado melhor. Viemos buscar a ponta do campeonato e não conseguimos. Foi um jogo igual contra uma equipe que vive um grande momento", concluiu.

Entrando em campo com possibilidade de assumir a liderança do Brasileirão, o Santos viu o Flamengo aumentar de dois para cinco pontos sua vantagem na ponta da classificação. A equipe alvinegra ainda caiu para a terceira posição com a vitória do Palmeiras sobre o Cruzeiro.

O Santos volta a campo no sábado que vem, às 21h, contra o Grêmio, na Vila Belmiro, pela primeira rodada do returno do Brasileirão.

Santos