Topo

Everson atribui gol de cobertura do Flamengo ao estilo de jogo do Santos

Do UOL, em São Paulo

14/09/2019 19h34

Num jogo sem muitas chances claras de gol, o Santos foi derrotado pelo Flamengo, hoje (14), no Maracanã, por conta de um tento de cobertura anotado por Gabigol. O goleiro alvinegro, Everson, reconheceu que a bola era defensável, mas com uma ponderação: se ele estivesse embaixo do travessão.

"Defensável sim [o chute do Gabigol], se eu estivesse embaixo do gol. Mas eu tenho que jogar adiantado pelo nosso estilo de jogo. O Gabriel foi feliz no chute ali também. Mas não serei hipócrita: se estivesse embaixo do gol, com certeza pegaria", disse o arqueiro, em entrevista ao Premiere na saída de campo.

Evitando chutões, Santos e Flamengo disputaram um primeiro tempo equilibrado e que caminhava para um empate sem gols até os 43 minutos, quando Gabigol surpreendeu Everson com a batida de média distância. Antes, Éverton Ribeiro havia interceptado passe errado de Eduardo Sasha.

"A gente sabia que jogar aqui era difícil. Tomamos o gol no detalhe, perdemos a bola no campo de ataque e chegou lá com o Gabriel, que foi feliz na finalização", ainda seguiu analisando Everson, que por muitas vezes é acionado pelos zagueiros santistas como espécie de "goleiro linha".

Everson, vale lembrar, ganhou condição de titular sob comando de Sampaoli justamente pela facilidade em jogar com os pés, considerada essencial para o estilo de jogo com bola no chão. Tal atributo do goleiro foi elogiado pelo treinador argentino logo em suas primeiras semanas no clube, quando Vanderlei ainda era o dono da posição.