PUBLICIDADE
Topo

Esporte

G. Jesus expõe incômodo com Casagrande e gera climão em entrevista ao vivo

Do UOL, em São Paulo

03/07/2019 01h45

Após brilhar em campo na vitória da seleção brasileira sobre a Argentina por 2 a 0 na noite desta terça-feira (2), o atacante Gabriel Jesus passou por situação embaraçosa na zona mista do estádio do Mineirão. Em entrevista ao vivo ao Sportv, o atacante expôs um incômodo com o comentarista Casagrande, da TV Globo.

O repórter Eric Faria citou um encontro entre Casão e Jesus no elevador do hotel que serve de concentração para a seleção e também recebe profissionais do Grupo Globo. Nas palavras do jornalista, o tom teria sido cordial e o comentarista teria feito até uma previsão sobre o gol diante da Argentina. O camisa 9, no entanto, disse que a situação foi diferente e deixou claro seu descontentamento com o caso.

"Na verdade, não foi assim que ele falou, não. Mas tudo bem. Alguns dos meninos que estavam no elevador até me zoaram, brincaram, porque eu não respondi. Fui muito educado com ele, porque eu tive educação da minha mãe. É óbvio que ele brincou, mas não foi com essas palavras. Não gostei, é óbvio. Mas minha mãe educou seus filhos muito bem para responder educadamente", disse, causando um climão.

Em declaração publicada no site do Grupo Globo, Casagrande disse não ter entendido tal desconforto e procurou elogiar o jogador.

"Falei para ele que centroavante é assim mesmo, eu fiquei sem fazer gol um tempão e o gol sempre sai no melhor jogo. O importante foi que ele fez o gol e uma p*** jogada no segundo gol", se defendeu o comentarista da Globo.

Outro climão mais cedo

Mais cedo, outra situação desconfortável envolveu jogadores da seleção e profissionais do Grupo Globo. O comentarista do Sportv Mauricio Noriega detonou Daniel Alves após o lateral defender o estafe e atacar os críticos do time.

Sabe de uma coisa, sempre esse papinho, 'muita gente duvida'? Será que a gente não sabe ganhar mais? Exalta que ganhou o jogo. Exalta que jogou muita bola. Sempre essa conversinha, 'ai, jogamos pelo estafe'. É chato isso", desabafou Noriega.

Até Galvão Bueno comentou a entrevista do lateral. Galvão foi um pouco mais contido nas reclamações. "Daniel jogou muito, encarou quando tinha que encarar, lutou quando tinha que lutar, eu só não gosto quando ele fala essa coisa de estar contra, de vaia? Time foi aplaudido o jogo inteiro, gritaram 'olé'. Só isso que não precisa", ponderou o narrador.

Esporte