Topo

Futebol


Mauro Naves é afastado do esporte da Globo por envolvimento no caso Neymar

Do UOL, em São Paulo

05/06/2019 20h35

O repórter Mauro Naves deixou a cobertura esportiva da Globo na noite de hoje (5) quando a emissora tomou conhecimento de um envolvimento no caso de estupro contra o atacante Neymar. Em pronunciamento feito por William Bonner durante o "Jornal Nacional", a emissora explicou que o profissional encaminhou contatos de Neymar pai para José Edgard Bueno, o primeiro advogado que representou Najila Trindade, mulher que acusa o jogador.

Incômodo na TV Globo

O fato de a nota ter sido lida pelo editor e apresentador do programa mais importante da casa gerou incômodo interno na TV Globo. A decisão, porém, mostrou o tamanho da insatisfação da direção da emissora por saber através de carta de Neymar pai que um de seus principais repórteres, Naves, participou em algum momento do desenrolar da polêmica e não comunicou aos superiores.

Na Globo há 31 anos, Mauro Naves estava na Granja Comary desde o dia 21 de maio acompanhando a seleção brasileira. Na manhã de hoje (4), deixou o Centro de Treinamento em Teresópolis (RJ) e embarcou para Brasília. Ele se preparava para a transmissão do jogo entre Brasil e Qatar, nesta noite, quando foi afastado. No momento, o profissional está com familiares que moram em Brasília.

Pronunciamento reforça confiança em Mauro

"O Jornal Nacional publicou ontem a carta aberta divulgada pelos ex-advogados da mulher que acusa Neymar de estupro. Eles afirmam na carta que a reunião que fizeram com os advogados de Neymar foi feita a convite do pai do jogador. Hoje, em nota [enviada à TV Globo], o pai de Neymar desmentiu essa afirmação, disse que foi o advogado José Edgard Cunha Bueno que o procurou solicitando a reunião e que José Edgard obteve o contato dele por intermédio do repórter Mauro Naves, na quarta-feira da semana passada. O repórter confirma as afirmações da nota do pai de Neymar, mas somente hoje relatou a Globo sua participação no episódio", explicou Bonner,

"Em sua defesa, Mauro Naves explicou que se limitou a repassar os contatos de pai de Neymar ao advogado, a quem já conhecia, porque esperava conseguir a história com exclusividade e que, quando o assunto se tornou público, avaliou que sua participação não teria relevância".

O âncora reforçou a competência do profissional, porém disse que as atitudes contrariavam as diretrizes da emissora e, por isso, foi afastado de suas atividades voltadas à cobertura esportiva. "Mauro Naves é um excelente profissional, com grandes contribuições ao jornalismo esportivo da Globo. Mas há evidências de que suas atitudes neste caso contrariaram a expectativa da empresa sobre a conduta de seus jornalistas. Em comum acordo, o repórter Mauro Naves deixará a cobertura de esportes da Globo até que os fatos sejam devidamente esclarecidos", salientou Bonner.

Mais Futebol