Topo

Copa 2018


Austrália conta com a ajuda do VAR e busca empate com a Dinamarca

Do UOL, em São Paulo (SP)

21/06/2018 10h50

O árbitro de vídeo (VAR) novamente assumiu um papel de protagonista na Copa do Mundo da Rússia. Foi por intermédio da tecnologia que a Austrália se beneficiou de um pênalti e evitou a segunda derrota na competição. Com a cobrança bem convertida de Jedinak ainda no primeiro tempo, os ‘Socceroos’ buscaram o empate por 1 a 1 com a Dinamarca, em duelo disputado nesta quinta-feira, em Samara.

Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
- Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil
- De ídolo a homem de negócios, Ronaldo tem tudo a ver com a seleção atual

Assista aos gols do empate entre Dinamarca x Austrália.

O resultado na Arena de Samara levou o time australiano a somar o seu primeiro ponto na competição, número que mantém a equipe comandada pelo holandês Bert Van Marwijk na briga por um lugar nas oitavas de final. A Dinamarca segue mais confortável, já que venceu o Peru na estreia e soma quatro pontos depois de duas rodadas disputadas pelo grupo C.

As duas equipes decidem sua sorte na próxima terça-feira (26). A Austrália encara o Peru, em Sochi. A Dinamarca, que busca voltar ao mata-mata da Copa do Mundo pela primeira vez em 16 anos, pega a França no estádio Luzhniki, em Moscou. Os dois duelos têm início marcado para as 11h (de Brasília).

Quem foi bem: Mooy

O meio-campista funciona como um termômetro do time australiano. Depois de um início de partida tímido, Mooy cresceu de rendimento e levou a equipe a crescer na partida. Com um chute de fora da área bem colocado, o jogador do Huddesfield quase deu a vitória para os comandados de Bert Van Marwijk.

Quem foi mal: Sisto

Uma das principais esperanças em relação ao talento, o meia-atacante dinamarquês teve uma tarde aquém do esperado diante da Austrália. Sisto chamou o jogo, mas caiu de rendimento conforme os australianos passaram a dominar o confronto. As jogadas individuais não saíram, e os europeus tiveram dificuldades.

Prazer, Copa do Mundo

Eriksen anotou um belo gol para abrir o placar nesta quinta-feira - Robert Cianflone/Getty Images
Eriksen anotou um belo gol para abrir o placar nesta quinta-feira
Imagem: Robert Cianflone/Getty Images

Principal estrela da Dinamarca e um dos nomes mais valorizados do futebol europeu nos últimos anos, Eriksen demorou apenas 7 min nesta quinta-feira para, enfim, se apresentar à Copa do Mundo. Depois de passar em branco na estreia contra o Peru, o meia do Tottenham aproveitou passe preciso de Nicolai Jorgensen e acertou um belo chute de primeira para fazer 1 a 0.

Olha o VAR aí, gente!

Segundo jogo, segundo pênalti. A Austrália novamente se aproveitou de uma penalidade máxima para balançar as redes no Mundial da Rússia. Desta vez, o gol veio com a ajuda do árbitro de vídeo (VAR). Aos 37 min, a bola tocou no braço de Yurary Poulsen, e o árbitro espanhol Antonio Matue só anotou a infração depois de consultar a tecnologia. Na cobrança, Jedinak foi novamente competente para chegar a dois gols na competição.

Recurso eletrônico serviu para a arbitragem dar pênalti para a Austrália; Jedinak converteu e empatou - Stu Forster/Getty Images
Recurso eletrônico serviu para a arbitragem dar pênalti para a Austrália; Jedinak converteu e empatou
Imagem: Stu Forster/Getty Images

Dinamarca “para” após empate

A Dinamarca se sustentou por pouco mais de 30 min. O gol de Jedinak empolgou os australianos, que exerceram uma pressão e terminaram a primeira etapa levando perigo ao gol de Schmeichel. Os dinamarqueses encontraram um rival mais disposto a atacar, devido à situação na tabela após o primeiro jogo, e sofreram ao mesmo tempo em que Eriksen, Sisto e os principais articulares caíram de desempenho.

Austrália cresce

O gol serviu para mudar o modo de a Austrália encarar o jogo. Primeiramente postada para um jogo reativo, os ‘Socceroos’ começaram a controlar o meio-campo e cresceram em intensidade. Consequentemente, a marcação subiu na parte final do jogo, mas a equipe barrou nas próprias limitações. Faltou qualidade no terço final do campo para a vitória sair.

Que dor

Nabbout, referência de ataque da Austrália, saiu com fortes dores no ombro - Dean Mouhtaropoulos/Getty Images
Nabbout, referência de ataque da Austrália, saiu com fortes dores no ombro
Imagem: Dean Mouhtaropoulos/Getty Images

O volume ofensivo australiano era grande, mas o time comandado por Bert Van Marwijk encarou uma dificuldade inesperada. Nabbout, principal referência e jogador mais adiantado do time, deslocou o ombro após disputa de bola e foi obrigado a deixar a partida. Eram apenas aos 28 min, e a lesão do camisa 11 prejudicou quem necessitava da vitória.

FICHA TÉCNICA
DINAMARCA 1 x 1 AUSTRÁLIA

Local: Arena de Samara, em Samara (Rússia)
Data: 21 de junho de 2018 (quinta-feira)
Horário: 9h (de Brasília)
Árbitro: Antonio Mateu (Espanha)
Assistentes: Pau Cebrian e Roberto Diaz (ambos da Espanha)
Cartões Amarelos: Yurary Poulsen e Sisto (Dinamarca)

Gols:
DINAMARCA: Eriksen, aos 7min do 1º tempo
AUSTRÁLIA: Jedinak (pênalti), aos 38min do 1º tempo

DINAMARCA: Schmeichel; Dalsgaard, Kjaer, Christensen e Stryger; Delaney, Schone e Eriksen; Yurary Poulsen (Braithwaite), Nicolai Jorgensen (Cornelius) e Sisto.
Técnico: Hareide Age.

AUSTRÁLIA: Ryan; Risdon, Sainsbury, Milligan e Behich; Jedinak e Mooy; Leckie, Rogic (Irvine) e Kruse (Arzani); Nabbout (Juric).
Técnico: Bert Van Marwijk.

Mais Copa 2018