PUBLICIDADE
Topo

Rodrigo Mattos

Flamengo lidera gastos com contratações na América do Sul em 2020, diz Fifa

Atacante Gabigol, do Flamengo - Alexandre Vidal / Flamengo
Atacante Gabigol, do Flamengo Imagem: Alexandre Vidal / Flamengo
Rodrigo Mattos

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de ?O Estado de S. Paulo? em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

19/01/2021 04h00

O Flamengo foi o clube que mais investiu dinheiro em jogadores do exterior na América do Sul em 2020, aponta um relatório da Fifa. O documento destrincha todas as transferências internacionais no ano passado. Pela primeira vez, publicou os clubes que mais gastaram com jogadores sem revelar valores.

No caso da Conmebol, a lista é dominada por times brasileiros. Da relação de maiores investimentos internacionais, o Brasil ocupa oito das de primeiras posições no continente.

O Flamengo lidera graças a contratações como Gabigol, contratado à Inter de Milão, e Pedro. Um foi contratado por 16 milhões de euros, o outro por 14 milhões de euros. Chama a atenção a presença do Red Bull Bragantino em quarto lugar. Atlético-MG, Palmeiras e Corinthians fecham o Top 5.

Apesar da pandemia de coronavírus, os clubes brasileiros gastaram mais dinheiro com contratações do exterior em 2020 do que no ano anterior. Foram US$ 126,9 milhões em contratações de atletas no ano passado. Anteriormente, os times nacionais tinham gasto US$ 72,5 milhões. Isso é mais impressionante se levarmos em conta que o dólar subiu 20% durante a temporada.

Ranking Fifa de contratações em 2020 - América do Sul - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Santos, São Paulo, Libertad (Paraguai), Olimpia (Paraguai) e Inter fecham a lista dos dez maiores compradores do continente no último ano.

Flu lidera lista de vendas

Outra lista feita pela Fifa foi dos clubes da América do Sul que mais venderam jogadores considerado o número total de atletas. O líder neste ranking é o Fluminense. Os clubes brasileiros venderam US$ 326 milhões em jogadores em 2020. Foi um número inferior a 2019 em dólares, mas superior em reais já que o câmbio teve um aumento da valorização do dólar frente ao Real. A lista da Fifa, no entanto, não dá os valores de cada clube, a relação informa quantos atletas foram negociados por cada time.

Veja a relação (em número de jogadores vendidos):

1) Fluminense - 26
2) Palmeiras - 25
3) Athletico-PR - 23
4) Flamengo - 23
5) Boca Juniors-ARG - 22
6) Londrina - 19
7) Atlético-MG - 19
8) Talleres-ARG - 18
9) Olimpia-PAR - 18
10) Corinthians - 18

Rodrigo Mattos