PUBLICIDADE
Topo

Leonardo Jardim prefere ficar na Europa, e Flamengo analisa opções

Leonardo Jardim comanda o Monaco em partida de 2019 - Jean Catuffe/Getty Images
Leonardo Jardim comanda o Monaco em partida de 2019 Imagem: Jean Catuffe/Getty Images
Rodrigo Mattos

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de ?O Estado de S. Paulo? em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

19/07/2020 10h45

Com Léo Burlá

Em sua busca pelo substituto de Jorge Jesus, a diretoria do Flamengo iniciou contatos com técnicos europeus. Um deles era Leonardo Jardim, ex-técnico do Mônaco, que interessou aos rubro-negros. Mas sua vinda para o Brasil é bastante difícil porque ele prefere ficar na Europa. A diretoria, no entanto, ainda não descarta seu nome.

Houve uma sondagem inicial a Leonardo Jardim por meio de empresários. Mas o treinador não quis levar adiante a conversa neste momento por preferir ficar na Europa. Não chegou a haver contato direto da diretoria rubro-negra nem proposta. A não ser que o técnico mude radicalmente de ideia, não irá para o Flamengo. O clube, no entanto, mantém o nome no radar.

A diretoria rubro-negra tem preferência por um técnico europeu. O português Marco Silva também teve contatos iniciais por meio de empresários. E há a opção do espanhol Miguel Angel Ramírez que, está no Independiente Del Vale, como mostrou o UOL Esporte.

Siga o UOL Esporte no

Blog do Rodrigo Mattos