PUBLICIDADE
Topo

Prêmio do Carioca cai 45% por desconto da TV; Fla pode ganhar sem contrato

Nenê (dir.) conduz a bola durante o Fla-Flu da semi da Taça Guanabara - Lucas Merçon/Fluminense FC
Nenê (dir.) conduz a bola durante o Fla-Flu da semi da Taça Guanabara Imagem: Lucas Merçon/Fluminense FC
Rodrigo Mattos

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de ?O Estado de S. Paulo? em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

21/02/2020 04h00

O Campeonato Carioca teve uma redução de 45% em suas premiações para o campeões da competição e dos turnos. Motivo: o desconto feito no contrato de televisão pelo fato de o Flamengo não ter chegado a um acordo com a Globo por seus direitos. O time da Gávea terá direito a receber o valor caso ganhe os títulos mesmo sem ter contrato de televisão.

Praticamente todas as rendas do Estadual são oriundas do acordo com a Globo. Sem a assinatura do Flamengo, houve um desconto de R$ 18 milhões no valor total pago, além do dinheiro não destinado ao clube. Foram mantidas praticamente intactas as cotas de Fluminense, Botafogo e Vasco, cada um recebendo esse valor de R$ 18 milhões. Então, foi preciso retirar dinheiro de times pequenos e de prêmios.

No ano passado, o campeão Carioca ficou com R$ 3,5 milhões. Agora, esse valor foi para R$ 2 milhões. Cada campeão de turno tinha direito anteriormente a R$ 1 milhão, montante que caiu para R$ 500 mil neste ano. No total, são R$ 3 milhões para os campeões, contra R$ 5,5 milhões no ano passado.

No Brasileiro, as premiações por posições estão vinculadas ao contrato com a Globo e, portanto, depende de o clube assinar contrato. Quem não tem fechar com a emissora, não teria direito a essa fatia. No caso do Carioca, no entanto, o dinheiro vai para a Ferj que define as regras juntamente com os clubes. A federação informou que o Flamengo ganhará os prêmios se for campeão mesmo não tendo assinado.

Em comparação com o Carioca, o Paulista tem uma premiação de R$ 5 milhões para o campeão, o que representa mais do que o dobro do Carioca. No total, o Estadual paulista distribuirá R$ 11,7 milhões por posições.

Blog do Rodrigo Mattos