PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Rafael Reis

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Para robôs, seleção brasileira da temporada tem Matheus Cunha e Paquetá

Matheus Cunha é titular da seleção brasileira da temporada montada por robôs - Lucas Figueiredo/CBF
Matheus Cunha é titular da seleção brasileira da temporada montada por robôs Imagem: Lucas Figueiredo/CBF
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

28/05/2021 04h20

Se fosse escalada por uma inteligência artificial, a seleção brasileira poderia ter Marcelo (Lyon) no miolo de zaga, Rafinha (Paris Saint-Germain) e Lucas Paquetá (Lyon) no setor de criação do meio-campo e Matheus Cunha (Hertha Berlim) no comando de ataque.

Afinal, todos esses jogadores aparecem na equipe ideal de brasileiros que melhor futebol praticaram ao longo da temporada 2020/2021 do futebol europeu de acordo com o site "WhoScored?".

A plataforma transforma dados estatísticos das principais competições interclubes do planeta, como número de gols, quantidade de desarmes e eficiência no passe, em notas que avaliam o desempenho de cada atleta. Tudo feito a partir de algoritmos e sem nenhuma interferência humana.

Para esse sistema, Neymar foi o brasileiro que mais brilhou no primeiro escalão da Europa (foram considerados os atletas que atuam em Inglaterra, Espanha, Itália, Alemanha e França, as cinco ligas mais importantes do continente) nesta temporada.

Segundo os algoritmos, o camisa 10 do PSG mereceu nota 7,67 por suas atuações em 2020/21. Somente quatro jogadores do planeta inteiro tiveram média melhor no período: Lionel Messi, Robert Lewandowski, Harry Kane e Kylian Mbappé.

Nenhum outro brasileiro chegou sequer próximo desse patamar de avaliação. O atacante Matheus Cunha, o segundo melhor, recebeu a nota 7,33 dos robôs responsáveis pelo estudo. O volante Casemiro, do Real Madrid, ficou em terceiro, com 7,28.

A seleção montada pelos robôs conta com vários jogadores que Tite também costuma usar como titular na sua escalação, como Neymar, Casemiro, o goleiro Alisson (Liverpool) e o zagueiro Marquinhos (PSG).

No entanto, também traz atletas que não costumam fazer parte das relações do treinador gaúcho. O zagueiro Marcelo e o meia-atacante Raphinha (Leeds United), por exemplo, nunca foram chamados para a equipe adulta do Brasil.

Já o meia Rafinha Alcântara, reserva do PSG durante a temporada e maior surpresa da relação feita pelos algoritmos, não veste a amarelinha desde 2015, quando ainda defendia o Barcelona, e foi convocado pela última vez há quase três anos.

A seleção brasileira real volta a campo em 4 de junho, quando enfrenta o Equador, no Beira-Rio, em Porto Alegre, pela quinta rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo. A rodada dupla de junho prevê ainda a partida contra o Paraguai, fora de casa, quatro dias mais tarde.

A equipe de Tite lidera a corrida da Conmebol por vaga no Qatar-2022, com 12 pontos conquistados e 100% de aproveitamento. No ano passado, Bolívia, Peru, Venezuela e Uruguai foram derrotados.

Após as eliminatórias, o Brasil irá mergulhar na disputa da Copa América, que será jogada entre 13 de junho e 10 de julho. A seleção terá Colômbia, Venezuela, Equador e Peru como adversários na primeira fase.

Seleção dos melhores brasileiros da temporada

G - Alisson (Liverpool-ING): 6,78
LD - Danilo (Juventus-ITA): 7,04
Z - Marquinhos (Paris Saint-Germain-FRA): 7,09
Z - Marcelo (Lyon-FRA): 6,97
LE - Alex Sandro (Juventus-ITA): 7,05
V - Casemiro (Real Madrid-ESP): 7,28
MC - Lucas Paquetá (Lyon-FRA): 7,22
MC - Rafinha (Paris Saint-Germain-FRA): 6,85
MA - Raphinha (Leeds United): 7,21
MA - Neymar (Paris Saint-Germain-FRA): 7,67
A - Matheus Cunha (Hertha Berlim): 7,33

Fonte: WhoScored?