PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Rafael Reis

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Real? City? O que já se sabe sobre o futuro de Haaland no Mercado da Bola

Erling Haaland promete movimentar próxima janela de transferências - Reprodução
Erling Haaland promete movimentar próxima janela de transferências Imagem: Reprodução
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

26/03/2021 04h00

Artilheiro da Liga dos Campeões e autor de 39 gols nesta temporada, Erling Haaland está apenas em seu segundo ano atuando no primeiro escalão da Europa, mas já se transformou em um dos jogadores mais desejados do planeta.

O centroavante norueguês de 20 anos deve ser uma das estrelas da próxima janela de transferências, no meio do ano. Afinal, o que não faltam são clubes interessados em tirá-lo o quanto antes do Borussia Dortmund.

Boa parte dos times da prateleira de cima do Velho Continente já foram apontados como candidatos a contratar Haaland: Manchester United, Juventus, Liverpool, Barcelona, Bayern de Munique, Paris Saint-Germain...

Mas, com o cenário econômico nada positivo ainda por causa dos efeitos da pandemia da Covid-19, apenas Manchester City, Real Madrid e Chelsea ainda parecem estar no páreo para investir no centroavante já na próxima edição do Mercado da Bola.

De acordo com o jornal alemão "Bild", o City é quem lidera a corrida pela contratação do jogador, visto por Pep Guardiola como o substituto perfeito para o argentino Sergio Agüero, que deve mudar de ares na próxima temporada.

Já o Real trata a chegada de Haaland (e também a de Kylian Mbappé) como prioridade para os próximos anos. O Chelsea, por outro lado, entrou na briga do atacante graças à nova onda de investimentos pesados que seu dono, o russo Roman Abramovich, anda fazendo.

"Ainda tenho mais três anos de contrato com o Borussia Dortmund. Não estou preocupado com esse assunto", resumiu o jovem goleador, em entrevista coletiva concedida nesta semana, ao ser questionado sobre qual será o seu próximo clube.

Quem quiser contratar o norueguês já na próxima janela de transferências provavelmente terá de desembolsar mais de 100 milhões de euros (R$ 666 milhões). Se o camisa 9 permanecer na Alemanha por mais um ano, esse valor vai cair consideravelmente.

Afinal, seu contrato com o Dortmund conta com uma cláusula de multa rescisória de 75 milhões de euros (R$ 500 milhões), que poderá ser ativada a partir de julho de 2022, o que incentiva alguns clubes a esperar mais um pouco para se lançarem na busca pelo reforço de peso.

Enquanto não decide seu futuro, Haaland começou nesta semana a trajetória que pode levá-lo pela primeira vez na carreira a disputar uma Copa do Mundo. Sua seleção norueguesa estreou nas eliminatórias europeias do Qatar-2022 com uma vitória por 3 a 0 sobre Gibraltar, na quarta-feira.

Amanhã, os nórdicos recebem a Turquia e, na terça, encerram sua participação na rodada tripla com uma partida contra Montenegro, fora de casa. Além desses três adversários, a equipe do badalado centroavante ainda terá Holanda e Letônia como rivais do Grupo G.

Depois que voltar da seleção e se juntar novamente ao elenco do Dortmund, Haaland enfrentará o Eintracht Frankfurt, em 3 de abril, e, três dias depois, terá pela frente o compromisso mais importante da temporada até o momento: o jogo de ida das quartas de final da Champions contra o City, um dos interessados em contratá-lo.