PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Rafael Reis

Lewandowski já mira "recorde impossível" de Messi na Chuteira de Ouro

Messi chegou a 100 pontos na Chuteira de Ouro 2011/12; será que Lewandowski pode repetir feito? - Getty Images
Messi chegou a 100 pontos na Chuteira de Ouro 2011/12; será que Lewandowski pode repetir feito? Imagem: Getty Images
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

01/02/2021 08h37

A temporada 2020/21 dos principais campeonatos nacionais da Europa ainda tem mais quase quatro meses pela frente. No entanto, não é nenhum exagero dizer que Robert Lewandowski já colocou pelo menos uma mão no troféu da Chuteira de Ouro.

Com o gol marcado na vitória por 4 a 1 sobre o Hoffenheim, no sábado, o centroavante do Bayern de Munique chegou a 24 tentos no Campeonato Alemão e 48 pontos no prêmio que é entregue anualmente ao artilheiro das ligas nacionais do Velho Continente.

A diferença entre o líder Lewandowski e seu primeiro adversário que ainda pode somar pontos nesta temporada (Kasper Junker e Amahl Pellegrino, vice-líder e terceiro colocado, disputam competições que terminaram no fim do ano passado), o nigeriano Paul Onachu, já é de 15 pontos.

Como o atacante do Genk atua na Bélgica, país onde cada gol vale 1,5 ponto na Chuteira de Ouro, isso significa que ele já está dez bolas nas redes atrás de Lewa. A vantagem do melhor do mundo para o português André Silva, do alemão Eintracht Frankfurt, que aparece na sequência também é significativa: 16 pontos, ou oito tentos.

Com isso, o grande rival do camisa 9 polonês na Chuteira de Ouro se tornou outro, a própria história do prêmio. Se aumentar um pouco sua frequência de gols, o astro do Bayern pode até mesmo ameaçar o recorde de Lionel Messi.

Em 2011/12, o camisa 10 do Barcelona chegou à marca de 100 pontos (50 gols), que jamais havia sido atingida antes e nunca mais foi repetida depois. Para igualar esse feito histórico, Lewa precisa fazer mais 26 gols até o encerramento desta edição da Bundesliga.

Como faltam 15 rodadas para o fim da temporada na Alemanha, isso significa que ele tem de manter a partir de agora uma média de 1,73 gol por rodada. Difícil? Sem dúvida. Mas alguém ousa dizer que é impossível.

Maior vencedor da história da Chuteira de Ouro, com seis títulos, Messi desta vez está bem longe da disputa. O camisa 10 do Barcelona ocupa a 20ª posição, com 24 pontos, resultado dos 12 gols que marcou nesta temporada do Espanhol.

O Brasil não fatura a taça desde 2001/02, quando Jardel (Sporting) foi o goleador máximo da temporada europeia. O ex-centroavante do Grêmio também levantou o troféu em 1998/99. Além dele, apenas Ronaldo (1996/97) já colocou o país no lugar mais alto do pódio.

Nesta temporada, o brasileiro mais bem posicionado é o meia-atacante João Pedro, ex-Santos e Atlético-MG, que joga pelo Cagliari, da Itália. Com 11 gols e 22 pontos, ele divide a 35ª colocação com outros oito jogadores, alguns bem conhecidos, como o inglês Jamie Vardy (Leicester), o holandês Memphis Depay (Lyon) e o português Bruno Fernandes (Manchester United).

O "Blog do Rafael Reis" publica a cada terça-feira uma nova parcial da corrida pelo posto de artilheiro máximo do Velho Continente. Nesta semana, excepcionalmente, a atualização do prêmio foi ao ar na segunda.

Confira a classificação da Chuteira de Ouro

1 - Robert Lewandowski (POL, Bayern de Munique) - 48 pontos (24 gols)
2 - Kasper Junker (DIN, Bodo/Glimt) - 40,5 pontos (27 gols)
3 - Amahl Pellegrino (NOR, Kristiansund) - 37,5 pontos (25 gols)
4 - Paul Onachu (NIG, Genk) - 33 pontos (22 gols)
5 - André Silva (POR, Eintracht Frankfurt) - 32 pontos (16 gols)
6 - Georgios Giakoumakis (GRE, VVV-Venlo) - 31,5 pontos (21 gols)
7 - Cristiano Ronaldo (POR, Juventus) - 30 pontos (15 gols)
Mohamed Salah (EGI, Liverpool) - 30 pontos (15 gols)
9 - Philip Zinckernagel (DIN, Watford) - 28,5 pontos (19 gols)
10 - Erling Haaland (NOR, Borussia Dortmund) - 28 pontos (14 gols)
Kylian Mbappé (FRA, Paris Saint-Germain) - 28 pontos (14 gols)
Luis Suárez (URU, Atlético de Madri) - 28 pontos (14 gols)
Romelu Lukaku (BEL, Inter de Milão) - 28 pontos (14 gols)