PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Rafael Reis


Perto de título, Liverpool nunca venceu a Premier League: verdade ou lenda?

Salah e Firmino, duas das estrelas do Liverpool, dão um abraço após gol - Jason Cairnduff/Reuters
Salah e Firmino, duas das estrelas do Liverpool, dão um abraço após gol Imagem: Jason Cairnduff/Reuters
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

25/06/2020 04h20

Classificação e Jogos

Atual campeão europeu, o Liverpool está prestes a encerrar um incômodo jejum e conquistar, pela primeira vez na história, o título da Premier League inglesa, o mais badalado campeonato nacional do planeta.

A festa, inclusive, pode acontecer ainda hoje (25). Para isso, basta apenas que o Manchester City não derrote o Chelsea, em Londres, na partida que encerra a 31ª rodada da competição.

Bem, essa história de que os Reds nunca conseguiram vencer a Premier League se espalhou pelas redes sociais desde que Alisson, Firmino, Salah, Van Dijk e companhia dispararam na liderança do Campeonato Inglês, ainda na primeira metade da temporada, e transformaram a conquista em uma mera questão de tempo.

Mas será que ela é realmente verídica? Ou tudo não passa de apenas mais uma das várias lendas urbanas que tanto fazem sucesso no universo do futebol, como como o autismo de Lionel Messi e a transexualidade de Marco Verratti?

Bem, quando levada ao pé da letra, a afirmação de que o Liverpool nunca venceu a Premier League não tem nada de errado. Afinal, isso realmente jamais aconteceu.

No entanto, isso não significa que o time de Anfield esteja na corrida pelo seu primeiro título inglês. Na verdade, os Reds já foram campeões nacionais em 18 oportunidades e só ficam atrás do Manchester United (20 troféus) no ranking de maiores vencedores da Inglaterra em todos os tempos.

A questão é que a última vez que o Liverpool faturou a taça foi há exatos 30 anos, na temporada 19891990, quando a maior parte dos jogadores do seu elenco e também a Premier League ainda não haviam nascido.

A era contemporânea do futebol inglês teve início em 1992, quando os times da primeira divisão romperam com a Football League e criaram uma nova entidade (bem mais lucrativa) para organizar a competição.

O maior vencedor da Premier League é o Manchester United, que acumulou nada menos que 13 títulos (1993, 1994, 1996, 1997, 1999, 2000, 2001, 2003, 2007, 2008, 2009, 2011 e 2013). Chelsea (2005, 2006, 2010, 2015 e 2017), Manchester City (2012, 2014, 2018 e 2019), Arsenal (1998, 2002 e 2004), Blackburn (1995) e Leicester (2016) também foram campeões no período.

O melhor que o Liverpool conseguiu foi ser quatro vezes vice. Em 2014, tinha cinco pontos de vantagem para o vice-líder a três rodadas do fim, mas conseguiu deixar o título escapar. Já na temporada passada, fez um recorde de 97 pontos, suficiente para ser campeão em 99% dos anos anteriores, mesmo assim terminou atrás do City.

Mas, desta vez, é quase impossível que algo semelhante aconteça. A equipe dirigida por Jürgen Klopp chegou a emendar 18 vitórias consecutivas na Premier League e demorou 28 rodadas para perder pela primeira vez.

Com 86 pontos conquistados em 31 rodadas, tem 23 de vantagem para o City, vice-líder e único time com condições matemáticas de ainda alcançá-lo. Mas a briga só irá continuar se os atuais bicampeões ingleses derrotarem o Chelsea, hoje.

Caso isso aconteça e a definição do título seja adiada, o Liverpool terá uma nova oportunidade de levantar a taça na próxima quinta-feira, justamente no confronto direito contra o hoje segundo colocado.

Rafael Reis