PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Por onde andam os artilheiros das Copas do Mundo deste século?

Miroslav Klose é o maior artilheiro da história das Copas e foi o goleador máximo de 2006 - Flavio Florido/UOL
Miroslav Klose é o maior artilheiro da história das Copas e foi o goleador máximo de 2006 Imagem: Flavio Florido/UOL
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

13/04/2020 04h00

Ganhar uma Copa do Mundo pode até ser o sonho máximo da carreira de todo jogador profissional de futebol. Mas ser artilheiro da competição também é um jeito dos mais bacanas de escrever seu nome na história do esporte mais popular do planeta.

Alguns dos mais celebrados homens de frente da modalidade em todos os tempos conquistaram essa honraria. E agora é a hora de lembrar de cada um deles.

Para começar, o "Blog do Rafael Reis" mostra abaixo o que andam fazendo da vida os artilheiros das cinco edições de Copa que foram disputadas até o momento neste século. É hora de descobrir os paradeiros dos goleadores de 2002, 2006, 2010, 2014 e 2018.

RONALDO
Ex-atacante
43 anos
Brasileiro
Artilheiro da Copa de 2002

Último jogador a ser artilheiro e campeão de uma mesma edição da Copa do Mundo, Ronaldo foi imparável em 2002. O camisa 9 marcou oito vezes na campanha do penta e só passou em branco em uma partida, contra a Inglaterra, nas quartas de final. Nove anos depois de se aposentar dos gramados, o ex-atacante de Barcelona, Real Madrid, Inter de Milão e Milan, entre outros, ainda continua com seu nome fortemente vinculado ao mundo do futebol. Depois de ter sido dono de uma agência de marketing esportivo e ter trabalhado durante anos como comentarista da TV Globo em jogos da seleção brasileira, ele atualmente é o acionista majoritário do Valladolid, time da parte de baixo da tabela do Campeonato Espanhol.

MIROSLAV KLOSE
Ex-atacante
41 anos
Alemão
Artilheiro da Copa de 2006

Maior artilheiro da história das Copas do Mundo, o alemão marcou em 2006 cinco dos 16 gols que anotou ao longo da sua trajetória na competição e levou para casa a Chuteira de Ouro concedida pela Fifa. Depois de uma longa carreira nos gramados, encerrada em 2016, quando defendeu a Lazio, Klose vem dando seus primeiros passos em uma nova função, a de treinador. Durante dois anos, ele foi um dos auxiliares de Joachim Löw na seleção alemã e, em 2018, assumiu o comando do time sub-17 do Bayern de Munique. Para a próxima temporada, ele já te convite para virar assistente da equipe principal dos bávaros.

THOMAS MÜLLER
Atacante
30 anos
Alemão
Artilheiro da Copa de 2010

Em 2010, quatro jogadores terminaram a Copa com cinco gols cada: Diego Forlán, Wesley Sneijder, David Villa e Thomas Müller. Mas o prêmio oficial de artilheiro da Copa foi dado ao alemão devido ao primeiro critério de desempate (assistências). Uma década depois do Mundial da África do Sul, Müller continua no Bayern de Munique, único clube que defendeu na carreira. Na última semana, assinou um novo contrato com a equipe germânica, válido até 2023. Depois de uma queda de desempenho nas últimas temporadas, o atacante voltou a jogar bem em 2019/2020 e lidera o ranking de passes para gol desta edição do Campeonato Alemão, com 16.

JAMES RODRÍGUEZ
Meia
28 anos
Colombiano
Artilheiro da Copa de 2014

O Mundial do Brasil foi um divisor de águas na carreira do meia colombiano, que saiu da competição alçado ao posto de craque do primeiro escalão do planeta. Os seis gols que marcou na Copa de 2014 fizeram James ser contratado pelo poderoso Real Madrid, onde continua até hoje. Mas a vida do meio-campista na Espanha não tem sido fácil. Com um futebol bem abaixado da crítica, o colombiano já foi emprestado ao Bayern de Munique e hoje não passa de uma peça que completa o elenco do Real. Na atual temporada, ele só disputou 13 partidas e fez apenas um golzinho.

HARRY KANE
Atacante
26 anos
Inglês
Artilheiro da Copa de 2018

Com seis gols, o centroavante transformou a Inglaterra em uma das sensações da última Copa do Mundo, conseguiu levá-la até as semifinais e deixou a competição com o prêmio de artilheiro. Harry Kane ainda continua no Tottenham, clube pelo qual se profissionalizou, pouco mais de uma década atrás. No entanto, o camisa 10 tem tudo para ser um dos principais nomes da próxima janela de transferências na Europa. O Real Madrid é o clube mais interessado em tirá-lo de Londres.