PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Rafael Reis

7 sul-americanos com contrato no fim que já podem assinar com seu time

Cavani deve deixar o PSG na próxima janela de transferências - Franck Fife/AFP
Cavani deve deixar o PSG na próxima janela de transferências Imagem: Franck Fife/AFP
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

12/04/2020 04h00

A pandemia do novo coronavírus (covid-19) mudou a dinâmica do Mercado da Bola em 2020. Por determinação da Fifa, todos os contatos de jogadores que chegariam ao fim em junho poderão ser estendidos automaticamente até que a atual temporada seja encerrada.

Mas uma regra importante para quem deseja contratar bem e não gastar tanto assim continua inalterada: esses atletas que estão com vínculos no fim já podem assinar com novas equipes. A diferença é que a transferência não será concretizada no primeiro dia de julho, mas sim assim que a temporada 2019/2020 chegar ao fim.

Por isso, o "Blog do Rafael Reis" apresenta abaixo sete jogadores sul-americanos que têm apenas mais alguns meses de contrato e estão aptos a selar acordo com outros clubes sem a necessidade da compra dos seus direitos econômicos.

Alguns deles, aliás, até podem vir parar no futebol brasileiro. Só não dá para saber ainda exatamente quando...

EDINSON CAVANI
Atacante
33 anos
Uruguaio
Paris Saint-Germain (FRA)

Maior artilheiro da história do PSG, o centroavante uruguaio já foi avisado pelo clube que manda no futebol francês que não terá seu contrato renovado para a próxima temporada. O destino mais provável de Cavani é o Atlético de Madri, com quem ele já vem tendo um logo namoro. Mas a possibilidade de contar com um dos grandes fazedores de gol da atualidade mexeu com a ambição de alguns dos mais poderosos clubes da América do Sul. O próprio empresário do jogador afirmou que Flamengo, Palmeiras, Internacional e Boca Juniors têm interesse em trazer Cavani de volta para o continente.

CHARLES ARÁNGUIZ
Meia
30 anos
Chileno
Bayer Leverkusen (ALE)

Charles Aránguiz - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images

Um dos estrangeiros de maior destaque no futebol brasileiro nesta década, o meio-campista foi para o Bayer Leverkusen em 2015 e teve bons momentos, mas não conseguiu "explodir" na Alemanha. Cinco anos depois, na reta final do seu contrato, voltou a interessar ao Inter, clube em que atuava antes de ser negociado com a Europa. Mas, de acordo com o jornal chileno "En Cancha", Aránguiz decidiu continuar por pelo menos mais um ano no Velho Continente e deve renovar com o Leverkusen.

MARTÍN CÁCERES
Zagueiro
33 anos
Uruguaio
Fiorentina (ITA)

Martín Cáceres, do Uruguai -  Julian Finney/Getty Images -  Julian Finney/Getty Images
Imagem: Julian Finney/Getty Images

O polivalente defensor, que pode atuar no miolo de zaga e nas duas laterais, transborda experiência. Cáceres está na Europa desde 2007, já atuou nas três principais ligas do continente (Espanha, Inglaterra e Itália) e disputou as três últimas Copas do Mundo. Na temporada passada, teve um flerte com alguns clubes brasileiros. Agora novamente disponível no mercado, já que seu contrato com a Fiorentina está no fim, tem no retorno à América do Sul uma chance mais concreta. O Botafogo chegou a ser apontado como seu possível destino para 2020/2021.

CLAUDIO BRAVO
Goleiro
36 anos
Chileno
Manchester City (ING)

Dono da meta da seleção do Chile há 13 anos, foi uma aposta pessoal do técnico Pep Guardiola que não deu certo no Manchester City. No banco do clube inglês e já com idade bastante elevada, Bravo dificilmente terá seu contrato renovado e tem tudo para cruzar o Oceano Atlântico e vir jogar na América. De acordo com diferentes veículos da imprensa britânica, times dos Estados Unidos e do México têm interesse em contratá-lo. Mas, se algum clube brasileiro quiser um goleiro de bastante experiência, essa é uma disputa ainda bastante aberta.

EZEQUIEL GARAY
Zagueiro
33 anos
Argentino
Valencia (ESP)

Zagueiro com experiência de já ter uma disputado uma final de Copa do Mundo, em 2014, o argentino cumpre atualmente o último dos seus quatro anos de contrato com o Valencia e está com o futuro indefinido. Como se recupera atualmente uma ruptura de ligamento no joelho e também da infecção pelo coronavírus, Garay praticamente congelou suas negociações para a próxima temporada. Mas, devido à idade elevada, o argentino já não tem mais um mercado tão farto assim na Europa. Por isso, voltar à América do Sul pode ser uma opção interessante.

ENNER VALENCIA
Atacante
30 anos
Equatoriano
Tigres (MEX)

O atacante equatoriano já viveu momentos melhores na carreira e defendeu dois clubes da primeira divisão da Inglaterra, West Ham e Everton. Desde 2017, está na liga mexicana. Mas seu contrato com o Tigres vence no meio do ano e ainda não foi renovado. Chance para os clubes brasileiros contratarem um jogador talentoso, com experiência na Europa e idade ainda interessante. No ano passado, o Flamengo chegou a especular o equatoriano. E agora, será que alguém vai investir nesse reforço?

CARLOS SÁNCHEZ
Volante
34 anos
Colombiano
West Ham (ING)

Carlos Sánchez, do West Ham - Robbie Jay Barratt/Getty Images - Robbie Jay Barratt/Getty Images
Imagem: Robbie Jay Barratt/Getty Images

Homônimo do meia santista, que é uruguaio, o volante colombiano é um autêntico cão de guarda acostumado a jogar logo à frente da defesa e, de vez em quando, até quebra o galho no miolo de zaga. Dono de uma carreira de bastante sucesso na Europa, com passagens por times de médio escalão de Itália e Espanha, ele tem tido poucas oportunidades no West Ham nesta temporada. Até por isso, provavelmente terá uma nova casa em 2020/2021. Para o cenário sul-americano, ainda é um nome dos mais interessantes.