PUBLICIDADE
Topo

Mauro Cezar Pereira

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Libertadores: Palmeiras e Atlético duelam por vaga na final. Veja números!

Atlético x Palmeiras, pelo Brasileirão 2021 - Cesar Greco
Atlético x Palmeiras, pelo Brasileirão 2021 Imagem: Cesar Greco
Mauro Cezar Pereira

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN.

21/09/2021 04h00

O Atlético surge com favoritismo por sua boa fase, liderando o Campeonato Brasileiro, enquanto o Palmeiras tropeça na Série A (perdeu três dos quatro últimos jogos em casa, vencendo uma vez). Os times se enfrentam na noite desta terça-feira (21), às 21h30 (de Brasília), na primeira partida semifinal da Libertadores.

As campanhas são seguras na competição, com o Galo invicto e o atual campeão derrotado apenas uma vez, pelo Defensa y Justicia, na fase de grupos, quando já estava classificado. As estatísticas do One Football mostram um pouco mais dos perfis das equipes.

O Palmeiras faz média de 2,6 gols, 0,8 sofrido, oito vitórias, uma derrota e um empate, 46% da posse de bola e 81% de precisão nos passes. Seu goleiro saiu de campo seis vezes sem levar gol. Foram 104 cruzamentos, 26 gols, 23 de dentro da área em 114 finalizações, com 54% de acerto.

Os palmeirenses tiveram dois pênaltis a favor e um contra no certame. Seus atacantes ficaram 24 vezes em impedimento. O campeão de 2020 soma 20 cartões amarelos, dois vermelhos, 137 faltas sofridas e o mesmo número de infrações cometidas.

O Atlético faz 1,6 gol por partida, sofre 0,3, venceu sete e empatou três pelejas. Não perdeu! Acerta 82% dos passes e tem 54% do tempo de posse da bola, em média. O goleiro do Galo também saiu sem levar gol seis vezes e o time cruzou bem mais: 134 vezes.

Foram 19 tentos, 18 do interior da área, com 134 arremates, 20 a mais do que o Palmeiras, 51% na direção certa. Não houve pênalti nos jogos do time atleticano, cujos homens de frente ficaram impedidos 16 vezes. São 22 advertências e duas expulsões, 142 faltas sofridas e 131 cometidas.

O time mineiro vive melhor fase, estará diante de sua torcida na peleja de volta, em uma semana, enquanto os torcedores alviverdes não poderão entrar no Allianz Parque nesta terça-feira. O governo paulista ainda não autorizou público em jogos de futebol.

É favorito o Galo, mas o atual elenco do Palmeiras tem experiência na Libertadores, que conquistou há menos de oito meses. Duelo com times provavelmente cautelosos, o respeito recíproco deve pautar os dois confrontos.

Siga Mauro Cezar no Twitter

Siga Mauro Cezar no Instagram

Siga Mauro Cezar no Facebook

Inscreva-se no Canal Mauro Cezar no YouTube