PUBLICIDADE
Topo

Marcel Rizzo

Fifa esquece Super Mundial de Clubes e manterá sete participantes em 2021

Taça do Mundial de Clubes, que por causa da Covid terá duas edições em 2021 - GettyImages
Taça do Mundial de Clubes, que por causa da Covid terá duas edições em 2021 Imagem: GettyImages
Marcel Rizzo

Marcel Rizzo - Formado em jornalismo em 2000 pela PUC Campinas, passou pelas redações do Lance!, Globoesporte.com, Jornal da Tarde, Portal iG e Folha de S. Paulo, no qual editou a coluna Painel FC. Cobriu Copas do Mundo, Olimpíada e dezenas de outros eventos esportivos.

Colunista do UOL

04/12/2020 13h31

A Fifa anunciou após reunião de seu Conselho nesta sexta-feira (4) que manterá em 2021 o Mundial de Clubes com o atual formato de sete participantes. O torneio foi marcado para dezembro, no Japão. Alguns meses antes, em fevereiro de 2021, ocorrerá a edição 2020 da competição, no Qatar, adiada de dezembro por causa da pandemia.

2021 era o ano que a Fifa estrearia o seu novo Mundial de Clubes, na China, que já estava apelidado de Super Mundial e que teria 24 participantes, com ao menos oito europeus e seis sul-americanos. Mas deu tudo errado por causa da Covid-19.

Com o adiamento de várias competições, a Fifa precisou usar os meses de junho e julho de 2021 para remarcar torneios como a Eurocopa e a Copa América e teve que adiar o Super Mundial, que agora não tem data para acontecer.

Como tem contratos atrelados ao Mundial, o principal deles até 2022 com o conglomerado chinês de vendas online Alibaba, a entidade não podia simplesmente ignorar a realização do torneio até conseguir um espaço no calendário para o Super Mundial. Portanto o formato com sete participantes, o campeão de cada continente mais um representante do país-sede, seguirá por 2020 (em fevereiro de 2021) e 2021 (dezembro, no Japão).

Há dúvida do que será feito em 2022 porque a Copa do Mundo do Qatar será disputada entre novembro e dezembro, para minimizar o calor do Oriente Médio, bem na época que se realiza o atual torneio de clubes.

O campeão da Libertadores-2021 participará desse Mundial de dezembro do ano que vem no Japão. Quem ganhar a edição atual do campeonato sul-americano, que terá a final em 30 de janeiro no Maracanã, jogará a edição de 2020 adiada para fevereiro de 2021, no Qatar.

Este torneio tem até agora quarto times classificados: Bayern de Munique (Alemanha), Al-Ahly (Egito), Al Duhail (campeão do Qatar) e o Auckland City (Nova Zelândia), indicado pela Oceania que cancelou definitivamente sua Liga dos Campeões em 2020. Os representantes da Ásia e da Concacaf (Américas do Norte, Central e Caribe) serão conhecidos agora em dezembro.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.