PUBLICIDADE
Topo

Série B - 2019

Joinville não perdoa crise do Guará, é 'ajudado' pelo São Caetano e entra no G-4

Do UOL, em São Paulo

11/08/2012 18h21

O Joinville fez sua parte. Soube aproveitar o péssimo momento do Guaratinguetá e teve tranquilidade para fazer 3 a 0, fora de casa. Além disso, foi ‘ajudado’ pelo São Caetano, que só empatou com o Criciúma, e, desta forma, aparece no G-4. Por outro lado, o rival vê aumentar uma crise que parece não ter fim.

Com o resultado, o Joinville aparece em quarto lugar, agora com 30 pontos, mesma pontuação do São Caetano, que leva desvantagem no número de vitórias. Por outro lado, o Guará permanece com apenas nove pontos e segue na antepenúltima colocação. Diante disso, existe a possibilidade do técnico Pintado ser demitido.

Diante da má fase, o Guaratinguetá entrou em campo pressionado. E isso atrapalhou o time no primeiro tempo. Mostrava-se ansioso, errava muitos passes e quase não levava perigo. Para se ter ideia, sua única boa chance ocorreu aos 38min, quando Lenílson desviou cruzamento e viu a bola tocar na trave.

Já o time catarinense também não se mostrava tão inspirado. Tiago Real, Marcinho e Lima quase não assustavam César, que se tornou titular do gol do Guaratinguetá --o técnico Pintado decidiu colocá-lo no lugar de Saulo. Mesmo assim, chegou ao gol. Aos 43min, Marcinho rolou para Lima tocar para o fundo das redes.

“Estamos bem em campo. Isso é importante. Mas precisamos ficar atentos. Eles virão para tentar ao menos o empate”, disse o autor do gol do Joinville. Restava qual seria o comportamento do time de Guaratinguetá. O jeito era atacar. E foi justamente o que aconteceu.

Alemão teve duas belas chances com apenas 10min. Pouco tempo depois, aos 15min, Leandro Carvalho quase marcou contra. O técnico Leandro Campos pedia para o Joinville não ficar tão atrás. Aos poucos, porém, soube neutralizar o rival paulista. E melhor: aos 37min, Marcinho foi expulso e deixou o Guará com dez. Logo depois, Eduardo ampliou. No final, William definiu o triunfo. 3 a 0.