PUBLICIDADE
Topo

Pole Position

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Hamilton e Russell agora têm carro para brigar por vitórias na Fórmula 1?

Julianne Cerasoli

Fã de Fórmula 1 desde a infância, Julianne Cerasoli nasceu em Bragança Paulista (SP) e hoje vive em Londres (Inglaterra). Atua como jornalista desde 2004, tendo trabalhado com diversos tipos de mídia ao longo dos anos, sempre como repórter esportiva e com passagem como editora de esportes do jornal Correio Popular, em Campinas (SP). Cobrindo corridas in loco na Fórmula 1 desde 2011, começou pelo site especializado TotalRace e passou a colaborar para o UOL Esporte em 2015, e para sites e revistas internacionais. No rádio, é a repórter de Fórmula 1 da Sistema Bandeirantes de Rádio desde 2017, e também faz participações regulares no canal Boteco F1, o maior dedicado à categoria no YouTube. Em 2019, Julianne criou o projeto No Paddock da F1 com a Ju, na plataforma Catarse, em que busca aproximar os fãs da Fórmula 1 por meio de conteúdo on demand e podcast exclusivo com personagens da categoria. Neste espaço: Única cobertura in loco de toda a temporada da Fórmula 1 na mídia brasileira, com informações de bastidores, entrevistas exclusivas, análises técnicas e uma pitada de viagens.

Colunista do UOL

24/05/2022 04h00

A vitória no GP da Espanha fez Max Verstappen tomar a liderança do campeonato da Fórmula 1 das mãos de Charles Leclerc, que liderava a prova quando teve um problema no motor de sua Ferrari. De quebra, a Red Bull também passou a Ferrari no mundial de construtores, com a dobradinha na sexta etapa do campeonato.

Mas o time que roubou as manchetes no Circuito da Catalunha foi a Mercedes. Fazendo a primeira atualização importante no carro, eles conseguiram tirar parte da desvantagem em relação a Red Bull e Ferrari, indo ao pódio com George Russell, que segurou as Red Bull por 30 voltas. Mas a Mercedes mais rápida do dia foi a de Lewis Hamilton, que chegou em quinto mesmo depois de se ver a 60s do líder na segunda volta após um toque com Kevin Magnussen logo no início da prova. Seria esse um sinal de que a Mercedes já chegou na briga na frente?

A Mercedes não foi a única que atualizou o carro: do lado da Ferrari, havia a dúvida a respeito do desgaste de pneus, grande problema no GP anterior, em Miami. E, mesmo com a decepção de perder a liderança dos dois mundiais, o time sai pelo menos aliviado em relação ao desempenho demonstrado por Leclerc até o abandono.

Outro grande destaque do fim de semana foi o brasileiro Felipe Drugovich, que venceu as duas corridas da Fórmula 2 e voltou à liderança do campeonato. Estariam os times de Fórmula 1 já de olho nele?

Estas e outras perguntas são os temas do vídeo Ju Responde do GP da Espanha, sempre com perguntas enviadas pelo instragram @myf1life.