PUBLICIDADE
Topo

Olhar Olímpico

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Apelo de Zé Roberto funciona e Barueri fecha com patrocinador

Barueri acerta com novo patrocinador - Victor Martins / Secretaria de Esportes de Barueri
Barueri acerta com novo patrocinador Imagem: Victor Martins / Secretaria de Esportes de Barueri
Demétrio Vecchioli

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Dedicado à cobertura de esportes olímpicos, escreveu para o UOL, para a revista Istoé 2016, foi colunista da Rádio Estadão e, antes do Olhar Olímpico, manteve o blog Olimpílulas. Neste espaço, olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. No Olhar Olímpico têm destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa. Se você tem críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas, escreva para demetrio.prado@gmail.com

23/11/2021 07h00

Equipe de boa parte das principais promessas do vôlei feminino brasileiro, o Barueri anuncia hoje (23) acordo com dois novos patrocinadores, do mesmo grupo. A novidade vem depois de uma mobilização online de torcedores, provocada por um apelo do técnico do time paulista, o tricampeão olímpico Zé Roberto Guimarães.

O apelo foi feito após o Barueri derrotar o Sesi/Bauru em um duelo de Davi contra Golias e se classificar à final do Campeonato Paulista Feminino de Vôlei, no qual acabou vice-campeão. Ao SporTV, Zé Roberto alertou: "Precisamos de ajuda e apoio para esse projeto tão bonito não morrer". O treinador, que é dono do centro de treinamento onde o time treina, tem bancado a equipe com recursos do próprio bolso.

Depois disso, torcedores da equipe e fãs de vôlei de forma geral, que se referem às jogadoras como as "Chiquititas" por causa da juventude do elenco —média de 21 anos—, iniciaram campanhas online para pedir que empresas olhassem com carinho o projeto de Zé Roberto na cidade da Grande São Paulo. Os poucos patrocinadores ajudam com permutas de uniforme (Hummel) e cuidados de saúde (Prevent Senior), e o salário das atletas é pago pelo próprio técnico.

Nesta terça, a equipe apresenta dois patrocinadores que vão ajudar na conta: Veloe, marca de mobilidade, e Pede Pronto, plataforma de pedidos, ambas unidades de negócios da Alelo. "A ideia de entrar nesse projeto surgiu quando soubemos que o clube precisava de apoio e acreditamos que poderíamos somar esforços para fortalecer o desenvolvimento de jovens e atletas de alta performance", diz André Turquetto, diretor geral da Veloe, empresa que tem sede na cidade de Barueri.

O acordo, porém, não é para o patrocínio máster do clube, o que no vôlei costuma incluir o nome da equipe. Zé Roberto, que além de treinador é gestor do Barueri, segue conversando com empresas pelo espaço principal.