PUBLICIDADE
Topo

Cidade da maratona olímpica declara estado de emergência por coronavírus

Maratona Tóquio 2020 - Charly Triballeau/AFP
Maratona Tóquio 2020 Imagem: Charly Triballeau/AFP
Demétrio Vecchioli

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Dedicado à cobertura de esportes olímpicos, escreveu para o UOL, para a revista Istoé 2016, foi colunista da Rádio Estadão e, antes do Olhar Olímpico, manteve o blog Olimpílulas. Neste espaço, olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. No Olhar Olímpico têm destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa. Se você tem críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas, escreva para demetrio.prado@gmail.com

28/02/2020 12h32

A organização dos Jogos Olímpicos de Tóquio tem o primeiro grande desafio para lidar por conta do surto do novo caronavírus. Nesta sexta-feira (28), o estado de Hokkaido declarou estado de emergência devido à rápida disseminação do vírus. É lá que estão previstas para acontecer as provas de maratona e de marcha atlética na Olimpíada.

Em novembro do ano passado, o Comitê Olímpico Internacional (COI) determinou que as duas provas de rua não poderiam acontecer em Tóquio, devido às previsões de forte calor no verão japonês, e transferiu esses eventos para a cidade de Sapporo, que fica a 800 quilômetros da capital japonesa, criando forte incômodo no comitê organizador e nas autoridades de Tóquio.

Nesta sexta, porém, o governador de Hokkaido, Naomichi Suzuki, anunciou que o estado ficará em situação de emergência até meados de março. Em entrevista coletiva na qual apareceu usando uma máscara, pediu a todos os moradores que fiquem em casa neste fim de semana, o que, segundo ele, seria um momento crítico para impedir que o surto se agrave. O último balanço aponta que Hokkaido, ilha cuja capital é Sapporo, tem 66 casos confirmados de coronavírus e duas mortes associadas à doença.

Amanhã (1) acontece na capital japonesa a Maratona de Tóquio, uma das provas mais importantes do calendário internacional, que não contará com a presença de corredores amadores. Por causa do coronavírus, os organizadores restringiram a participação apenas à elite e pediram para as pessoas não se dirigirem às ruas por onde a maratona passa se não estiverem se sentindo bem.

Olhar Olímpico