PUBLICIDADE
Topo

Julio Gomes

Libertadores: Última rodada tem 6 brasileiros buscando primeiro lugar

Cuca, técnico do Santos - Ivan Storti/Santos FC
Cuca, técnico do Santos Imagem: Ivan Storti/Santos FC
Julio Gomes

Julio Gomes é jornalista esportivo desde que nasceu. Mas ganha para isso desde 1998, quando começou a carreira no UOL, onde foi editor de Esporte e trabalhou até 2003. Viveu por mais de 5 anos na Europa - a maior parte do tempo em Madrid, mas também em Londres, Paris e Lisboa. Neste período, estudou, foi correspondente da TV e Rádio Bandeirantes e comentarista do Canal+ espanhol, entre outras publicações europeias. Após a volta para a terrinha natal, foi editor-chefe de mídias digitais e comentarista da ESPN e também editor-chefe da BBC Brasil. Já cobriu cinco Copas do Mundo e, desde 2013, está de volta à primeira das casas.

20/10/2020 04h00

A Copa Libertadores da América começa hoje a última semana de jogos da fase de grupos. Entre os brasileiros, cinco estão classificados, um tem grandes chances e um já está fora (o São Paulo). Lembrando que o Corinthians havia ficado pelo caminho ainda na Pré-Libertadores.

Os seis brasileiros vivos na competição ainda podem ser primeiros de seus grupos (ou já são). Palmeiras e Santos têm as duas melhores campanhas (13 pontos) e, se vencerem neste meio de semana, garantem a vantagem de jogar em casa todas as partidas de volta até a final - vai saber se, algum momento, isso representará uma vantagem de fato, com torcida na arquibancada. A exceção, claro, é se eles se enfrentarem antes da final, aí a vantagem deverá ser do Palmeiras.

Além de Palmeiras e Santos, Flamengo (12 pontos), Grêmio e Athlético-PR (ambos com 10) já estão garantidos e dependem só de si para serem primeiros. O Inter (8 pontos) é quem ainda não se classificou matematicamente, mas também pode acabar em primeiro. Veja a situação de cada grupo e quem precisa do que na rodada final:

GRUPO A

O Flamengo tem 12 pontos e só precisa de um empate na quarta (21h30) contra o Junior Barranquilla para ser o primeiro. Dependendo de outros resultados (necessariamente Palmeiras e Santos precisam tropeçar), ainda pode ter a melhor campanha e decidir sempre no Maracanã até a final. Se perder seu jogo, o Flamengo precisará torcer por um tropeço do Independiente del Valle no duelo equatoriano contra o Barcelona para não ficar em segundo lugar no grupo. O Junior ainda pode tirar o Del Valle - precisa vencer o Flamengo, torcer contra o time de Miguel Ángel Ramírez e ainda tirar seis gols de saldo.

GRUPO B

Palmeiras, com 13 pontos, e Guaraní do Paraguai, com 10, estão classificados. O Palmeiras ainda não tem técnico, mas joga em casa contra o Tigre (quarta 21h30), da segunda divisão argentina e possivelmente pior time do torneio, para sacramentar a primeira colocação geral. Basta vencer, já que a diferença de saldo para o Santos, o outro time com 13 pontos, é significativa. O Palmeiras só perde a primeira posição do grupo se perder o jogo, o Guaraní vencer o Bolívar na altitude e tirar cinco gols de saldo.

GRUPO C

O Athlético-PR, com 10 pontos, está classificado e precisa de um empate contra o Peñarol, no Uruguai, para ser primeiro (terça 21h30). Se perder, só será primeiro caso o Jorge Wilstermann não vença o Colo Colo, no Chile. O time boliviano tem 7 pontos, Peñarol e Colo Colo têm 6, portanto a disputa pela segunda vaga está totalmente aberta.

GRUPO D

O São Paulo, com 4 pontos, está fora e joga por empate contra o fraquíssimo Binacional para pelo menos ir à Sul-Americana. LDU, com 12 pontos, e River Plate, com 10, disputam a primeira colocação do grupo em confronto direto, em Buenos Aires. Os jogos são nesta terça, às 21h30.

GRUPO E

O Grêmio, com 10 pontos, está classificado, o Inter tem 8 e o América de Cali tem 5. Na quinta, 21h30, o Grêmio recebe o América e o Inter vai ao Chile enfrenta a Universidad Católica (4 pontos). Se vencer, o Grêmio acabará em primeiro. Se não vencer, perderá a primeira posição para o Inter, caso o time de Coudet ganhe da Católica. Ao Inter, um empate basta para se classificar. Se perder, terá de torcer para o rival Grêmio não apanhar do América de Cali. De qualquer forma, mesmo que o Inter perca no Chile e o América vença em Porto Alegre, ainda há uma diferença de cinco gols de saldo entre eles. É muito provável que a dupla Gre-Nal avance junta às oitavas.

GRUPO F

Racing e Nacional (Uruguai) estão classificados e têm campanhas rigorosamente idênticas, com 12 pontos e quatro gols de saldo. O Racing recebe o Estudiantes de Mérida, o Nacional recebe o Alianza Lima. Quem ganhar por mais, fica em primeiro no grupo e pode ficar à frente, por exemplo, do Flamengo na classificação geral.

GRUPO G

O Santos é o único brasileiro já matematicamente garantido em primeiro lugar em seu grupo, com 13 pontos. Cuca irá poupar jogadores contra o Defensa y Justicia, que tem 6 pontos e precisa da vitória para avançar. Olimpia, com 5 pontos, e Delfín (Equador), com 4, fazem duelo direto no Paraguai e torcerão por uma ajudinha do Santos. Se o Peixe vencer, terá a primeira ou segunda melhor campanha, dependendo do que fizer o Palmeiras.

GRUPO H

O Boca Juniors, com 11 pontos, é o primeiro lugar. Caracas e Libertad disputam a segunda vaga. Mas o Caracas precisa jogar na Bombonera, e o Libertad recebe o eliminado Independiente de Medellín.

O sorteio das oitavas de final reunirá os oito primeiros dos grupos contra os oito segundos. Os duelos serão sorteados no sábado, dia 24 de outubro, e podem ocorrem tanto duelos entre times do mesmo país quanto do mesmo grupo.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL