PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Julio Gomes


Palmeiras se solta após erros do Ituano e mostra uma nova cara

Lucas Lima, do Palmeiras, comemora seu gol junto com companheiros em partida contra o Ituano - Luciano Claudino/Estadão Conteúdo
Lucas Lima, do Palmeiras, comemora seu gol junto com companheiros em partida contra o Ituano Imagem: Luciano Claudino/Estadão Conteúdo
Julio Gomes

Julio Gomes é jornalista esportivo desde que nasceu. Mas ganha para isso desde 1998, quando começou a carreira no UOL, onde foi editor de Esporte e trabalhou até 2003. Viveu por mais de 5 anos na Europa - a maior parte do tempo em Madrid, mas também em Londres, Paris e Lisboa. Neste período, estudou, foi correspondente da TV e Rádio Bandeirantes e comentarista do Canal+ espanhol, entre outras publicações europeias. Após a volta para a terrinha natal, foi editor-chefe de mídias digitais e comentarista da ESPN e também editor-chefe da BBC Brasil. Já cobriu cinco Copas do Mundo e, desde 2013, está de volta à primeira das casas.

22/01/2020 21h10

Resumo da notícia

  • Palmeiras começa o Paulistão com goleada em Itu
  • Goleadas eram raras quando o time se conformava com segurar resultados

Qual foi a tônica do Palmeiras nos últimos anos? Seja com Cuca, Felipão ou Mano... faz o gol, fecha a casinha, três pontos para a conta.

O início, e quero aqui ressaltar a palavra início, do trabalho de Luxemburgo nos mostrou algo diferente hoje. Fez o primeiro gol e partiu em busca dos outros, até construir a goleada por 4 a 0 sobre o Ituano, jogando fora de casa.

É verdade que o primeiro tempo foi muito ruim. E é verdade que os dois primeiros gols foram presentaços da defesa do Ituano. Mas mesmo os presentes nos mostram algumas coisas.

O primeiro gol é um ótimo contra ataque puxado por Lucas Lima e Luiz Adriano. No segundo, a pressão exercida pelos atacantes justamente para gerar erros.

Os quatro gols, de Marcos Rocha, Lucas Lima, Zé Rafael e William, bonitos, plásticos.

É apenas o primeiro jogo e do campeonato menos importante do ano para o Palmeiras. Mas é inegável que o Palmeiras hoje dorme com a alma leve, sem aquele sofrimento com o qual vinha se acostumando. A chegada de Luxemburgo tem tudo a ver com isso, buscar gols, não apenas pontos sofridos.

Apenas o começo. Mas um bom começo.

Julio Gomes