PUBLICIDADE
Topo

Danilo Lavieri

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Lavieri: Falta de concentração do Palmeiras em campo é assustadora

Patrick de Paula dá carrinho e Nino Paraíba observa a bola em jogo entre Bahia e Palmeiras - Jhony Pinho/AGIF
Patrick de Paula dá carrinho e Nino Paraíba observa a bola em jogo entre Bahia e Palmeiras Imagem: Jhony Pinho/AGIF
Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL

12/10/2021 23h27

O desempenho do Palmeiras nessa sequência do Brasileirão está escancarando um dos grandes problemas de Abel Ferreira com seu elenco: a falta de concentração. Hoje (12), a postura da equipe diante do Bahia foi assustadora.

O técnico já disse por mais de uma vez em suas coletivas que tem tido dificuldades em mostrar para seus atletas que depois de títulos é essencial continuar com vontade em campo, coisa da cultura do brasieliro. Patrick de Paula "apagou" mais de uma vez para receber passes de seus companheiros e precisou correr atrás para recuperar. Gabriel Menino errou domínios básicos e não acertou quase nada até sair machucado.

Também em uma de suas entrevistas pouco depois de conquistar os títulos da Copa do Brasil e da Libertadores, Abel afirmou à diretoria que era preciso se reforçar para manter o nível de exigência lá no alto para seu elenco. A opção da cúpula foi de não atender a todos os pedidos por questões econômicas.

Hoje, o técnico sofre com a falta de algumas opções. É verdade que o elenco ainda é um dos melhores do país, mas não o grupo não dá opções para a má fase de Luiz Adriano, que apresenta alguns sinais de melhora, mas ainda muito longe do que o próprio já mostrou em campo. Deyverson não passa nem perto disso.

Para o setor de criação, Raphael Veiga era outro atleta bastante desligado, que quase não acertou as suas tentativas. Uma das alternativas seria Gustavo Scarpa, que também está longe de ser regular.

Claro que o treinador também tem culpa pelo desempenho apresentado em Salvador, especialmente pela falta de jogo coletivo, mas a postura dos atletas em campo ainda é predominante para a queda vertiginosa de desempenho no Brasileirão. Não à toa, quando eles jogaram ligados de verdade a última vez o time conseguiu eliminar o todo poderoso Atlético-MG sob o mesmo comando.

Mas Abel precisa começar a repensar a titularidade de alguns nomes como a de Rony, que foi muito mais útil quando começou a jogar na marcação no segundo tempo, e as chances recorrentes a Danilo Barbosa, que já mostrou que não tem condições de jogar pelo Palmeiras.

Siga também as opiniões de Danilo Lavieri no Twitter e no Instagram

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL