PUBLICIDADE
Topo

Danilo Lavieri

Palmeiras passa por cima do Corinthians em show de Abel contra Mancini

Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL

18/01/2021 20h54

O Palmeiras passou por cima do Corinthians hoje (18) à noite. Com 4 a 0, o time de Abel Ferreira só correu perigo com as bolas aéreas, em duas jogadas de Gil e Jemerson. Tirando isso, controlou a maior parte das ações e ganha moral com a improvável goleada em uma difícil sequência que tem até a final da Libertadores, no dia 30. Além do empate do Grêmio e da goleada de hoje, os palmeirenses ainda jogam contra o Flamengo.

Com um time próximo de sua força máxima, com exceção dos que estavam machucados, a equipe Alviverde acabou com uma invencibilidade de sete partidas dos comandados de Mancini. Eram cinco vitórias e dois empatea nas últimas partidas do Brasileirão e um sonho de buscar uma vaga na Libertadores cada vez mais próximo de ser realizado.

Hoje, Abel foi muito superior a Mancini. Congestionou o meio-campo, impediu a subida dos laterais e fez Cantillo e Gabriel quase não conseguirem tocar na bola. Sem velocistas na hora de criar, o time preferiu os toques rápidos no meio, conseguiu achar espaços na intermediária, teve infiltrações com facilidade, especialmente de Willian, que viveu noite inspirada.

Para piorar, a aposta do Corinthians que tem dado certo nas últimas rodadas também deu errado. A defesa falhou mais do que o normal, Jemerson e Cássio bateram cabeça, Gabriel deu péssimo recuo para o gol de Luiz Adriano e ainda foi expulso de maneira infantil. O placar só não foi maior por boas defesas do goleiro corintiano.

O resultado faz o Alviverde novamente viver o dilema entre brigar ou não pelo Brasileirão, com seis pontos da liderança e um jogo a menos, além do confronto direto com o São Paulo. O arquirrival, por sua vez, fica com 42 pontos, oito atrás da 6ª colocação que dá vaga para a pré-Libertadores.