PUBLICIDADE
Topo

Danilo Lavieri

Palmeiras tem reunião com Miguel Ángel Ramírez para encaminhar acordo

Miguel Ángel Ramírez durante coletiva de imprensa - Reprodução/Twitter Independiente del Valle
Miguel Ángel Ramírez durante coletiva de imprensa Imagem: Reprodução/Twitter Independiente del Valle
Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL

19/10/2020 04h00

O Palmeiras vive uma segunda-feira (18) decisiva para tentar o acordo com Miguel Ángel Ramírez. O time enviou o diretor de futebol, Anderson Barros, e o vice-presidente Paulo Buosi para o Equador para conversar pessoalmente com o técnico favorito para substituir Vanderlei Luxemburgo.

Na reunião desta segunda-feira, a diretoria vai reforçar o que tem falado com o espanhol por telefone durante os últimos dias. A intenção é mostrar que haverá uma aposta para um trabalho de longo prazo e o convencimento que a contratação está sendo feita pelo estilo de jogo que ele aplica no Independiente del Valle.

No cenário ideal, a dupla voltaria ao Brasil com o acordo finalizado. Há otimismo em parte da diretoria pelo acordo, mas o clima é de cautela. Miguel já recebeu outras sondagens e sempre foi reticente de abandonar os trabalhos com o campeonato em andamento. Ontem (18), o time brasileiro oficializou à equipe equatoriana a intenção de contratá-lo.

Nas conversas por telefone, o Palmeiras ouviu alguns pedidos do técnico como levar membros de sua comissão e não se opôs. O treinador também já manifestou que tem bastante receio da cultura brasileira de constantes trocas no comando. Outro pedido aceito foi para que o papo fosse feito diretamente com o clube, sem presença de empresários.

Miguel Ángel Ramírez já estava entre os cotados para assumir o Palmeiras desde o dezembro de 2019, quando a procura era para substituir Mano Menezes. O espanhol surgiu ao lado de Luxemburgo como opções após o término das conversas com Jorge Sampaoli.

Na ocasião, no entanto, a diretoria apontou para a inexperiência do espanhol e preferiu contratar Vanderlei Luxemburgo, demitido na última quarta-feira.

Desta vez, Maurício Galiotte repetiu a promessa de apostar em um estilo de jogo com dinamismo e intensidade e disse que não vai fazer contratações pelo nome.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.