PUBLICIDADE
Topo

Barkley diz que é 'impossível' terminar NBA após novos casos na Flórida

Charles Barkley, ex-jogador e atualmente comentarista da NBA, está pessimista com retorno da liga - Streeter Lecka/Getty Images/AFP
Charles Barkley, ex-jogador e atualmente comentarista da NBA, está pessimista com retorno da liga Imagem: Streeter Lecka/Getty Images/AFP

Do UOL, em São Paulo

04/07/2020 22h18

O ex-jogador da NBA (liga de basquete dos Estados Unidos) Charles Barkley se mostrou pessimista com o retorno da liga para o restante da temporada 2019-20. De acordo com o ídolo do Phoenix Suns, o atual cenário do novo coronavírus na Flórida torna "impossível" a retomada da competição.

A NBA retorna com 22 equipes em 30 de julho no complexo esportivo da Disney World, em Orlando, na Flórida.

"Não vejo como podemos passar três meses - as chances de passarmos três meses e não ter um surto - só acho que isso é impossível", afirmou em participação no podcast The Steam Room.

Hoje, os casos confirmados da covid-19 na Flórida subiram a um recorde de 11.458. É a segunda vez em três dias que o número de casos aumentou em mais de 10 mil.

"Eu não acho que temos alguma chance de terminar essa coisa", disse Barkley. "Isso dói, porque eu sei que muita gente perderia seu emprego e seria afetada mais para frente. A maneira como isso está aumentando e, obviamente, a Flórida é o pior lugar do mundo no momento, e estamos levando 22 equipes da NBA para lá. Estamos levando a WNBA [liga de basquete feminino dos EUA] e a MLS [liga de futebol dos EUA] para lá."

Basquete