PUBLICIDADE
Topo

NBA propõe uma reunião de emergência sobre coronavírus com as franquias

LeBron James e Anthony Davis durante partida dos Lakers contra os Warriors pela pré-temporada da NBA - Sean M. Haffey / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AF
LeBron James e Anthony Davis durante partida dos Lakers contra os Warriors pela pré-temporada da NBA Imagem: Sean M. Haffey / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AF

Do UOL, em São Paulo

09/03/2020 20h20Atualizada em 09/03/2020 21h13

A NBA propôs uma teleconferência de emergência com os proprietários das 30 franquias para discutir medidas a serem tomadas contra o avanço do coronavírus. Essas ações devem ser discutidas em reunião marcada para quarta-feira (11).

De acordo com informações dos jornalistas Adrian Wojnarowski e Brian Windhorst, da ESPN dos Estados Unidos, a liga planeja restringir drasticamente o acesso a jogadores nos vestiários.

Hoje, as equipes foram notificadas de que precisam impedir o acesso de pessoas que consideram não essenciais aos locais, como membros da imprensa.

A liga estaria preparando o acesso à mídia fora das configurações do vestiário, com uma distância de cerca de dois metros entre os jornalistas e os jogadores. Segundo fontes da emissora, essas ações estão entre as recomendações de especialistas em doenças infecciosas e saúde pública.

Outro assunto que deve ser discutido é a realização de jogos sem torcida. O jogador LeBron James já se manifestou contrário a essa medida.

Outras ligas americanas

Além da NBA, outras ligas de esportes americanos anunciaram que tomarão as mesmas medidas para evitar o avanço do coronavírus. Em comunicado conjunto, na noite de hoje, a NHL, MLB e MLS também fecharão o acesso aos vestiários e clubes a todo pessoal não essencial às equipes.

"Dados os problemas que podem ser associados ao contato próximo nas configurações pré e pós-jogo, todos os vestiários e clubes do time estarão abertos apenas para jogadores e funcionários essenciais das equipes e instalações da equipe até mais detalhes. O acesso à mídia será mantido em locais designados fora do vestiário e da configuração do clube", diz parte do comunicado.

Basquete