PUBLICIDADE
Topo

Paraná Pesquisas em PE: Marília tem 28,8%; Raquel, 16%, e Coelho, 13,6%

Marília Arraes (esq.) e Raquel Lyra, pré-candidatas ao governo de Pernambuco - Reprodução/Facebook
Marília Arraes (esq.) e Raquel Lyra, pré-candidatas ao governo de Pernambuco Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

16/05/2022 12h49Atualizada em 02/06/2022 13h40

Levantamento do instituto Paraná Pesquisas divulgado hoje aponta a deputada federal Marília Arraes (Solidariedade) à frente na corrida eleitoral para o governo de Pernambuco, com 28,8% das intenções de voto em um dos cenários na pesquisa estimulada — quando é apresentada a lista de nomes dos pré-candidatos.

A ex-prefeita de Caruaru Raquel Lyra (PSDB) aparece na sequência, com 16%, seguida pelo ex-prefeito de Petrolina Miguel Coelho (União Brasil), com 13,6%, e pelo ex-prefeito de Jaboatão dos Guararapes Anderson Ferreira (PL), com 12,1%. Como a margem de erro da pesquisa é de 2,6 pontos percentuais para mais ou para menos, esses três pré-candidatos empatam tecnicamente.

O deputado federal Danilo Cabral (PSB) tem 7,1%, empatando tecnicamente com Ferreira. O advogado João Arnaldo (PSOL) aparece com 1,3%, e o historiador Jones Manoel (PCB), com 0,7%, também tecnicamente empatados.

Brancos, nulos e aqueles que disseram que não irão votar em nenhum dos candidatos somam 13,5%, e aqueles que não souberam ou não responderam, 7%.

O Paraná Pesquisas, contratada pelo próprio instituto, ouviu 1.510 eleitores com 16 anos ou mais em 60 cidades de Pernambuco entre os dias 10 e 14 de maio. As entrevistas foram feitas pessoalmente. O índice de confiança do levantamento é de 95%. O registro junto à Justiça Eleitoral é PE-04682/2022.

Não é possível fazer uma comparação com a pesquisa anterior, divulgada em março, porque a lista de pré-candidatos é diferente.

Primeiro turno

Cenário 1

  • Marília (Solidariedade): 28,8%
  • Raquel (PSDB): 16%
  • Coelho (União Brasil): 13,6%
  • Ferreira (PL): 12,1%
  • Cabral (PSB): 7,1%
  • Arnaldo (PSOL): 1,3%
  • Manoel (PCB): 0,7%
  • Não sabe/não respondeu: 7%
  • Nenhum/branco/nulo: 13,5%

Cenário 2

  • Marília (Solidariedade): 34,9%
  • Coelho (União Brasil): 15,4%
  • Ferreira (PL): 12,8%
  • Cabral (PSB): 8,3%
  • Arnaldo (PSOL): 2,2%
  • Manoel (PCB): 1,5%
  • Não sabe/não respondeu: 7,9%
  • Nenhum/branco/nulo: 17%

Cenário 3

  • Marília (Solidariedade): 32,6%
  • Raquel (PSDB): 18,8%
  • Ferreira (PL): 12,6%
  • Cabral (PSB): 7,7%
  • Arnaldo (PSOL): 1,4%
  • Manoel (PCB): 0,9%
  • Não sabe/não respondeu: 7,7%
  • Nenhum/branco/nulo: 18,2%

Pesquisa espontânea

Na pesquisa espontânea, quando os entrevistados não recebem uma lista prévia de pré-candidatos, 67,5% dos entrevistados disseram que não sabem ou não responderam em quem irão votar para governador.

Veja o resultado:

  • Não sabe/não respondeu: 67,5%
  • Ninguém/branco/nulo: 11,8%
  • Marília (Solidariedade): 5,8%
  • Coelho (União Brasil): 4,2%
  • Raquel (PSDB): 3,8%
  • Ferreira (PL): 2,7%
  • Cabral (PSB): 1,5%
  • Paulo Câmara (PSB): 1,3%
  • João Campos (PSB): 0,5%
  • Manoel (PCB): 0,1%
  • Outros nomes citados: 0,7%

Considerando a margem de erro, Marília, Coelho, Raquel, Ferreira, Cabral e Câmara estão tecnicamente empatados na pesquisa espontânea.

Segundo turno

O instituto também fez quatro simulações para um eventual segundo turno nas eleições de Pernambuco. Veja abaixo:

Cenário 1

  • Coelho (União Brasil): 35%
  • Cabral (PSB): 22,7%
  • Não sabe/não respondeu: 11,5%
  • Nenhum/branco/nulo: 30,9%

Cenário 2

  • Raquel (PSDB): 41,8%
  • Cabral (PSB): 20,3%
  • Não sabe/não respondeu: 10,4%
  • Nenhum/branco/nulo: 27,5%

Cenário 3

  • Cabral (PSB): 29,1%
  • Ferreira (PL): 28,1%
  • Não sabe/não respondeu: 9,6%
  • Nenhum/branco/nulo: 33,2%

Cenário 4

  • Marília (Solidariedade): 51,4%
  • Cabral (PSB): 18,7%
  • Não sabe/não respondeu: 6,4%
  • Nenhum/branco/nulo: 23,4%
Paraná Pesquisas não simulou um segundo turno entre Marília Arraes e Raquel Lyra, que aparecem numericamente na primeira e segunda colocações no primeiro turno.

Senado

O levantamento também fez uma simulação da disputa pelo Senado em Pernambuco. Nela, Raquel Lyra aparece à frente, com 32,8% das intenções de voto, seguida pelo deputado federal André de Paula (PSD), com 14%.

A deputada estadual Teresa Leitão (PT) tem 9,8% e está tecnicamente empatada com André de Paula. O ex-ministro do Turismo Gilson Machado (PL), com 8,3%, aparece empatado na margem de erro com a petista.

Eugênia Lima (PSOL), presidente da sigla em Olinda, aparece com 1,1%.

Veja abaixo:

  • Raquel (PSDB): 32,8%
  • de Paula (PSD): 14%
  • Teresa (PT): 9,8%
  • Machado (PL): 8,3%
  • Eugênia (PSOL): 1,1%
  • Não sabe/não respondeu: 9,9%
  • Nenhum/branco/nulo: 24%

Sobre o instituto

O Paraná Pesquisas é uma empresa de Curitiba, fundada em 1990. Realizou seu primeiro levantamento sobre intenções de voto para presidente em 2013 e, desde então, divulga pesquisas eleitorais pagas com recursos próprios ou de financiadores diversos. Na eleição de 2018, o instituto fez pesquisas com entrevistas presenciais de eleitores em suas casas financiadas pela empresa de consultoria de investimentos Empiricus e pela Fundação Presidente Jânio Quadros, ligada ao PRTB.

Atualmente, o Paraná Pesquisas também realiza levantamentos por telefone, com operadores treinados conversando com eleitores. O instituto informou ao UOL que realiza pesquisas usando diferentes métodos, a depender do que foi acordado com o financiador do levantamento.