PUBLICIDADE
Topo

Quaest/Genial para o Senado em SP: Datena tem 28%, e Moro, 16%

Do UOL, em São Paulo

12/05/2022 08h51Atualizada em 12/05/2022 13h29

Pesquisa realizada pelo Instituto Quaest, contratada pelo Banco Genial e divulgada hoje, aponta o apresentador José Luiz Datena (PSC) na liderança para o Senado em São Paulo, com 28% das intenções de voto. Ele é seguido pelo ex-ministro Sergio Moro (União Brasil), com 16%, em um dos cenários testados na pesquisa estimulada —quando os nomes dos pré-candidatos são apresentados ao eleitor.

O ex-governador Márcio França (PSB) aparece com 11%; a ex-ministra Marina Silva (Rede) e o ex-presidente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) Paulo Skaf (Republicanos) têm 10%. Como a margem de erro é de 2,4 pontos percentuais para mais ou para menos, eles aparecem tecnicamente empatados.

Janaína Paschoal (PRTB) tem 5%; Professor HOC (Podemos) e Ricardo Melião (Novo), 1%. Brancos, nulos e pessoas que não pretendem votar foram 13%, e indecisos, 6%.

São Paulo vai eleger um senador, para a vaga hoje ocupada por José Serra (PSDB).

A sondagem não pode ser comparada à anterior, divulgada em março, porque a lista de possíveis pré-candidatos foi alterada.

O levantamento ouviu 1.640 pessoas, face a face, entre os dias 6 a 9 de maio. O índice de confiança, segundo o instituto, é de 95%. A pesquisa foi contratada pelo Banco Genial e registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número SP-00620/2022 e BR-09290/2022.

Cenário 1

  • Datena (PSC): 28%
  • Sergio Moro (União Brasil): 16%
  • Márcio França (PSB): 11%
  • Marina Silva (Rede): 10%
  • Paulo Skaf (Republicanos): 10%
  • Janaína Paschoal (PRTB): 5%
  • Professor HOC (Podemos): 1%
  • Ricardo Melião (Novo): 1%
  • Branco/nulo/não pretende votar: 13%
  • Indecisos: 6%

Ainda não é certo a qual cargo Moro irá concorrer nas eleições deste ano. No final de março, ele trocou o Podemos, partido pelo qual era pré-candidato à Presidência, pelo União Brasil, que tem Luciano Bivar como pré-candidato para a chefia do Executivo federal.

O ex-juiz negou que vá concorrer à Câmara dos Deputados, mas enfrenta resistência dentro do partido para disputar uma cadeira ao Senado. O vereador Milton Leite, uma das principais lideranças da legenda em São Paulo, disse que vai concorrer com Moro pela indicação. O ex-ministro também já admitiu que pode não concorrer a cargo nenhum neste ano.

Cenário 2

O instituto também simulou um segundo cenário, sem Datena, Moro e França. Assim, Marina Silva aparece na frente, seguida por Paulo Skaf.

  • Marina Silva (Rede): 27%
  • Paulo Skaf (Republicanos): 22%
  • Janaína Paschoal (PRTB): 9%
  • Professor HOC (Podemos): 3%
  • Ricardo Melião (Novo): 2%
  • Branco/nulo/não pretende votar: 28%
  • Indecisos: 10%

O Quaest é um instituto de pesquisas com sede em Belo Horizonte. Até 2020, segundo dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), a empresa realizava pesquisas eleitorais só em Minas Gerais. Hoje, faz levantamentos sobre intenções de voto para presidente e em outros estados. O instituto tem uma parceria com a Genial Investimentos, a qual financia levantamentos sobre as eleições de 2022. As pesquisas são realizadas com entrevistas presenciais.