PUBLICIDADE
Topo

Carros esportivos cobiçados nos anos 80 aparecem largados no RS e viralizam

Seis carros da Miura foram fotografados empoeirados a céu aberto em Porto Alegre; marca gaúcha já foi sonho de consumo - Reprodução
Seis carros da Miura foram fotografados empoeirados a céu aberto em Porto Alegre; marca gaúcha já foi sonho de consumo Imagem: Reprodução

Alessandro Reis

Do UOL, em São Paulo (SP)

28/10/2021 04h00Atualizada em 29/10/2021 22h09

Durante os anos 1980, antes da "invasão" dos importados que aconteceria na década seguinte, os esportivos nacionais da Miura estavam entre os veículos mais caros, desejados e sofisticados à venda no Brasil.

Hoje, um exemplar original e em bom estado pode passar de R$ 100 mil. Por essa razão, a foto de seis carros da fabricante gaúcha estacionados a céu aberto, rodeados por mato e cobertos por poeira, viralizou nas redes - e revoltou alguns entusiastas da marca com o suposto "descaso".

  • O UOL Carros agora está no TikTok! Acompanhe vídeos divertidos, lançamentos e curiosidades sobre o universo automotivo.

Tirada na calçada de um bairro da Zona Norte de Porto Alegre (RS), a imagem levantou a dúvida: seria um "cemitério" de Miuras? Muitos questionaram se os carros têm dono ou estão abandonados.

UOL Carros investigou e descobriu: a coleção empoeirada tem proprietário, sim, e ele é um entusiasta da montadora fundada por Itelmar Gobbi e Aldo Besson, já falecidos.

Trata-se do empresário Genuino Pesente, de 69 anos, mais conhecido como Gino dos Miuras. Morador da capital gaúcha, ele explica que a foto em questão foi tirada "há poucos meses" e destaca que não conhece o respectivo autor.

Gino e sua coleção em frente ao prédio onde mora e mantém sua empresa de locação de itens cenográficos - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Gino e sua coleção em frente ao prédio onde mora e mantém sua empresa de locação de itens cenográficos
Imagem: Arquivo pessoal

"Os carros ficaram parados por falta de dinheiro mesmo. Trabalho com locação de móveis antigos e outros objetos para eventos e gravações de filmes e séries e a pandemia do coronavírus me pegou em cheio. São mais de 18 meses de vacas magras e só agora os negócios estão voltando, ainda de maneira tímida", explica Gino.

Presidente do Clube do Miura, ele tem outros três veículos da companhia porto-alegrense, que lançou ao todo 11 modelos diferentes durante seus 15 anos de atividade como fabricante de automóveis, entre 1977 e 1992. Todos os carros da marca foram construídos com carroceria de fibra de vidro, de forma artesanal, e houve exemplares exportados para outros países.

O ex-boxeador Muhammad Ali visitou a fábrica da Miura em 1987, interessado em encomendar algumas dezenas de carros para revenda no exterior - algo que não se concretizou.

Sonho de construir museu

Gino (à dir.) na comemoração dos 40 anos da Miura, em 2017, com o fundador Itelmar Gobbi (sentado) - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Gino (à dir.) na comemoração dos 40 anos da Miura, em 2017, com o fundador Itelmar Gobbi (sentado)
Imagem: Arquivo pessoal

Pesente conta que planeja restaurar alguns carros do seu acervo, composto também por documentos e outros itens da época em que a Miura ainda estava em atividade.

"Ainda tenho o sonho de montar um museu dedicado à marca", conta o empresário, segundo o qual a maioria dos seus carros está funcional e em condições de rodar. Gino revela, ainda, que está construindo uma garagem para abrigar a frota adequadamente, ainda não concluída devido às restrições orçamentárias.

Ele comprou seu primeiro Miura há 21 anos e desde então não parou mais, tornando-se uma espécie de "embaixador" da companhia.

Topsport 1989/1990 do colecionador é usado com alguma frequência e foi o penúltimo carro lançado pela Miura - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Topsport 1989/1990 do colecionador é usado com alguma frequência e foi o penúltimo carro lançado pela Miura
Imagem: Arquivo pessoal

Um dos xodós de sua coleção é o carro cor de vinho visto de traseira na imagem que se tornou viral, do modelo X11, ano/modelo 1991 - o último lançado pela Miura.

"Já me ofereceram R$ 55 mil e recusei. Foram fabricadas cerca de 20 unidades, apenas, equipadas com motor AP 2.0 injetado do VW Gol GTI. Algumas foram entregues com piloto automático, amortecedores eletrônicos com carga ajustável, freios ABS, teto solar e computador de bordo com voz sintetizada".

Além disso, trazia faróis retráteis característicos da Miura e interior quase completamente revestido com couro. Era muita exclusividade e tecnologia para um carro brasileiro no início da década de 1990.

Carro de cinema

Miura Topsport de Gino aparece em 1º plano na foto viral e está participando da gravação de longa-metragem - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Miura Topsport de Gino aparece em 1º plano na foto viral e está participando da gravação de longa-metragem
Imagem: Arquivo pessoal

Outro carro que está entre os preferidos de Gino é o Miura azul exibido em primeiro plano na imagem da abertura desta reportagem.

Trata-se de um Topsport 1989/1990, penúltimo modelo lançado pela empresa gaúcha, que contava com boa parte dos equipamentos disponíveis no X11 e exibia asa traseira um pouco menor, bem como luz de neon na dianteira.

Seu dono atualmente dirige o cupê e revela que o veículo está neste momento participando das gravações de um longa-metragem em Porto Alegre, cujo diretor é figura conhecida da TV e do cinema nacionais.

A pedido da produção do filme, Genuino diz que não pode revelar o nome do longa nem do respectivo diretor, tampouco exibir fotos do Miura no set de gravação.

"Só posso falar que começaram a rodar o filme na semana passada e a produção buscava especificamente um Miura".

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

Siga o UOL Carros no