PUBLICIDADE
Topo

Honda Civic Si sai de linha e nova geração não terá a opção cupê

Honda Civic Si 2020 1 - Caio Mattos/Divulgação
Honda Civic Si 2020 1 Imagem: Caio Mattos/Divulgação

José Antonio Leme

Do UOL, em São Paulo (SP)

09/02/2021 10h58

Em um adeus silencioso, a Honda encerrou a comercialização do Civic Si no Brasil e também no mundo. O modelo que vinha importado do Canadá atualmente deixou de ser produzido e não fará mais parte do portfólio da companhia na próxima geração, a 11ª da família Civic.

No Brasil, o modelo já teve toda as unidades importadas como linha 2020 esgotadas, portanto não há nem estoque em concessionárias, confirma a Honda. A versão esportiva do Civic chegou ao País na última geração apenas na opção cupê, como uma forma de se diferenciar no sedã.

"A Honda confirma que não tem planos de importação do Civic Si para o Brasil em 2021. O modelo, que possui uma legião de fãs em todas as suas gerações comercializadas no País, é muito importante para a história da marca e consagrou-se como uma referência em esportividade e prazer ao dirigir, além de toda a qualidade e confiabilidade inerentes aos produtos da marca."

O fim da produção no Canadá impede que um novo lote seja importado, afinal, não há o modelo nem mesmo na localidade em que é produzido. O fim da produção por lá é por dois motivos: o primeiro, porque a fábrica que atende o mercado norte-americano está se preparando para a produção da nova geração do Civic, que terá apenas hatch e sedã. O segundo é porque o cupê chegou ao fim de ciclo dessa décima geração respondendo por apenas 6% do mix de vendas da família Civic, segundo a matriz.

A geração atual do Civic Si que saiu de linha causou certo furor entre os fãs puristas da Honda. Isso porque ele adotou pela primeira vez um motor turbo, o 1.5 a gasolina de 208 cv. O Civic Si teve uma geração nacional. Ele foi produzido nacionalmente, na geração que ficou conhecida como "New Civic", mas na carroceria sedã com quatro portas entre 2007 e 2011.