PUBLICIDADE
Topo

Projeto Tarek: novo SUV médio da VW será lançado apenas em 2021

Tarek não será o nome definitivo do SUV fabricado na Argentina - Vitor Matsubara/UOL
Tarek não será o nome definitivo do SUV fabricado na Argentina
Imagem: Vitor Matsubara/UOL

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo (SP)

09/12/2019 11h46

Resumo da notícia

  • Carro se chama Tharu na China, mas nome será outro na América do Sul
  • Presidente da VW diz que carro argentino "será muito mais interessante"
  • Primeiras unidades definitivas sairão da linha de montagem só em janeiro de 2021

O novo SUV médio da Volkswagen começa a ser fabricado na Argentina em março de 2020. Foi o que revelou Pablo Di Si, presidente da Volkswagen América do Sul, durante evento realizado no país vizinho.

Conforme antecipado pelo colunista de UOL Carros, Fernando Calmon, o modelo não se chamará Tarek. O nome, porém, permanece como "Projeto Tarek", embora o SUV terá outra nomenclatura no mercado sul-americano. O carro também é vendido na China, onde se chama Tharu, e será posicionado entre T-Cross e Tiguan Allspace.

Volkswagen Tarek (traseira) - Vitor Matsubara/UOL - Vitor Matsubara/UOL
Volkswagen Tharu chinês tem porta-malas com capacidade para 445 litros de bagagens
Imagem: Vitor Matsubara/UOL

"A versão argentina será muito mais interessante", assegurou Pablo.

A VW investiu US$ 650 milhões na fábrica de Pacheco para produzir o novo SUV, que ganhou até uma linha de montagem inteiramente nova por lá.

De acordo com informações do site "Argentina Autoblog", o Projeto Tarek será vendido inicialmente apenas com a motorização 1.4 TSI de 150 cv e torque máximo de 25,5 kgfm, associado à transmissão automática Tiptronic de seis marchas e apenas com tração dianteira. A suspensão é independente nas quatro rodas com eixo traseiro do tipo multilink.

Produção só em 2021

O gerente executivo de lançamento do Projeto Tarek, Leonardo Ezcurra, revelou ao "Argentina Autoblog" o cronograma de produção do SUV.

A primeira etapa acontecerá em março de 2020, quando serão fabricadas as primeiras 20 unidades conhecidas como "Veículos Avançados de Manufatura". Estes protótipos são fundamentais para dar o pontapé inicial na nova linha de montagem e ajustar eventuais problemas antes do efetivo começo da produção.

Volkswagen Tarek (frente) - Vitor Matsubara/UOL - Vitor Matsubara/UOL
Imagem: Vitor Matsubara/UOL

Em maio será a vez de fabricar 70 carros pré-série, que serão utilizados em ensaios de laboratório para homologação e crash-tests.

Quatro meses depois, em setembro, a fabricante vai produzir 50 unidades da chamada "Série 0", já com as especificações finais da produção em série. Estes carros serão utilizados para adaptar a linha de montagem ao ritmo definitivo de produção.

Volkswagen Tarek - Divulgação - Divulgação
Revelado na China em 2018, Tarek será "herdeiro espiritual" do antigo Tiguan, chegando em 2021
Imagem: Divulgação

Já em outubro mais 50 unidades serão produzidas para uso das áreas de marketing e comunicação, incluindo produção de material promocional e lançamento oficial do modelo.

É provável, inclusive, que o carro seja uma das atrações da Volkswagen no Salão do Automóvel de São Paulo de 2020.

Finalmente, em janeiro de 2021, começa a fase de "Start of Production" (conhecida na indústria automotiva como "SOP"). A partir daí é que saem as primeiras unidades para venda, a um ritmo estimado de 250 veículos por dia.