Topo

Seu Automóvel


Seu Automóvel

Etanol aditivado promete limpar motor, mas vantagens são poucas; entenda

Etanol aditivado não é comercializado por todas as bandeiras - Divulgação
Etanol aditivado não é comercializado por todas as bandeiras
Imagem: Divulgação

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo (SP)

10/10/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Combustível é mais caro e promete limpar resíduos e proteger motor
  • Bandeiras de postos dizem que etanol protege partes metálicas contra corrosão
  • Especialista da SAE Brasil afirma que etanol já é puro por si só e dispensa aditivos

Se você costuma abastecer seu carro com etanol talvez já tenha ouvido falar do etanol aditivado. As bandeiras de combustíveis que oferecem esta variação prometem inúmeras vantagens, como lubrificação e redução do atrito entre as peças.

"O etanol aditivado lubrifica várias partes do motor e limpa resíduos no bico injetor, que são gerados por conta do trânsito de lubrificantes no motor. O combustível também contém anticorrosivo, que protege as partes metálicas do motor por onde o combustível passa, como a bomba, os bicos injetores e os anéis. Como o etanol comum não consegue remover os depósitos de resíduos dos circuitos de lubrificação e de combustão, daí a necessidade dos aditivos", afirma Gilberto Pose, coordenador técnico de combustíveis da Raízen, empresa licenciada pela Shell - fabricante do V-Power Etanol.

Precisa mesmo?

Os aditivos realmente podem ajudar a proteger o motor, e essa ajuda é muito bem-vinda no caso da gasolina.

Só que no caso do etanol não há necessidade de uma proteção extra, até porque o combustível derivado da cana-de-açúcar é muito menos nocivo.

É o que diz Erwin Fanieck, engenheiro mecânico e especialista em powertrain da SAE Brasil.

"O etanol é um combustível muito mais nobre (do que a gasolina) e não precisa de aditivo nenhum. Normalmente aditivos são acrescentados na fórmula dos combustíveis para ajudar a combater alguns problemas no motor e protegê-lo. Só que dentro de sua especificação ideal o etanol é um combustível perfeito e não gera resíduos", conta.

Importante lembrar que o etanol aditivado costuma ser mais caro do que o mesmo combustível "comum", embora a diferença de preços varie de acordo com a política de preços praticada pelo estabelecimento.

Outro detalhe é que a única diferença entre o etanol comum e o aditivado está justamente na presença destes aditivos. Como o número de octanas é o mesmo, não há ganho de potência no veículo.

Seu Automóvel