Topo

Mão na roda


Mão na roda

6 dicas para conservar a pintura do carro que 'dorme' em garagem descoberta

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Paulo Amaral

Colaboração para o UOL

29/09/2019 04h00

Comprar um carro zero quilômetro ou mesmo seminovo é uma satisfação, principalmente ao ver o veículo brilhando, sem um risquinho sequer. Conservar a pintura do carro, no entanto, não é uma missão considerada fácil, principalmente quando o veículo não "dorme" em uma garagem coberta.

A ação do sol, da chuva e de demais intempéries pode causar danos sérios à pintura. Para minimizar tais efeitos, o UOL Carros listou algumas dicas simples para preservar seu carro.

Convidamos Giovanna Trufilho, consultora da Deutsh Soluções Automotivas, centro especializado em reparos e pinturas de automóveis, para selecionar alguns conselhos para quem deixa seu carro em garagens descobertas ou estacionado na rua.

1. Escolha bem o local onde o carro ficará estacionado

Matthew Hinton/AP
Imagem: Matthew Hinton/AP

Segundo Giovanna, esse detalhe parece pequeno, mas é fundamental para evitar maiores danos ao seu veículo.

"Fezes de passarinhos e seivas de árvores são ácidas e danificam o verniz do carro. Por isso é bom evitar parar o carro embaixo de árvores. Se não for possível e perceber que existe seiva ou fezes de passarinhos, faça a lavagem com urgência no seu carro para, dessa forma, eliminar os componentes ácidos.".

2. Lave o carro com frequência

A dica da consultora é dar um bom banho no carro pelo menos uma vez por semana, pois, após esse período, há certos tipos de sujeira que acumulam e tendem a ser difíceis de tirar sem danificar a pintura.

3. Utilize uma boa cera protetora

Reprodução
Imagem: Reprodução

Apenas lavar o carro não adianta. Segundo Giovanna, é necessária a aplicação de uma boa cera protetora quinzenalmente, ou seja, a cada duas lavagens.

Os produtos corretos ajudam não somente a dar brilho, mas também a conservar a pintura original do veículo.

4. Faça cristalização, vitrificação ou aplicação de cerâmica na pintura

Qualquer um dos procedimentos citados acima é válido para ampliar a proteção da cera e garantir um tempo maior de cobertura à pintura do carro.

5. Não cubra seu carro com capas protetoras

Getty Images
Imagem: Getty Images

Giovanna alertou para um ponto importante e que muitos acabam deixando passar. Jamais cubra seu carro com capas quando ele for ficar exposto.

"Elas acabam prejudicando mais do que ajudando e deixam o carro cheio de marcas".

O único tipo de capa permitido, segundo a consultora, é o estilo "guarda-chuva", que é fixado no teto do veículo e não permite que a lona encoste efetivamente na lataria.

6. Arrume os pequenos danos

Pequenos arranhões ou amassados podem causar enormes danos se não forem arrumados rapidamente. O conserto evita que a corrosão aumente e consuma ainda mais a pintura do seu carro.

Mão na roda