Topo

Testes e lançamentos


Volkswagen confirma produção do Tarek no México e lançamento em 2021

Vitor Matsubara/UOL
Imagem: Vitor Matsubara/UOL

Do UOL*

Em São Paulo (SP)

10/07/2019 17h40

Resumo da notícia

  • SUV rival do Jeep Compass também será fabricado na Argentina
  • UOL Carros já havia antecipado estreia no Brasil para 2021
  • Volks não informa se México também vai abastecer mercado local

A Volkswagen começará a produzir o SUV Tarek na fábrica de Puebla, no México, em 2020. As vendas do utilitário esportivo de porte médio começarão até o final de 2021, disse hoje Steffen Reiche, executivo-chefe da filial mexicana, à agência "Reuters".

UOL Carros já havia antecipado, com base em informações do colunista Fernando Calmon, que o Tarek será lançado no Brasil no fim do primeiro trimestre de 2021, porém com produção na unidade de General Pacheco, na Argentina - informação já confirmada pela filial brasileira da VW.

Procurada pela reportagem, a Volkswagen não confirma se parte das unidades vendidas aqui virão do México ou se toda a produção destinada a nosso mercado será proveniente do país vizinho. A marca também não confirma oficialmente a data de lançamento do SUV no Brasil.

O Tarek, que aqui irá concorrer com o Jeep Compass, será construído sobre a mesma plataforma de Golf e Jetta, também adotada na fabricação da picape médio-compacta Tarok - ela também terá produção em Pacheco, porém a partir do início de 2022, com lançamento no mercado brasileiro nos meses seguintes.

Apresentado em abril passado no Salão de Xangai, na China, o Tarek tem 2,68 m de distância entre-eixos e aqui será posicionado entre o recém lançado T-Cross e o Tiguan -- há chances de substituir as versões de cinco lugares deste último.

Espera-se que o Tarek seja oferecido exclusivamente com motor 1.4 TSI turbo de 150 cv -- a mesma que equipa Jetta, T-Cross e o próprio Tiguan.

Como ele é?

Em Xangai, pudemos conferir o Tarek ao vivo, na configuração destinada ao mercado chinês. Seu estilo sóbrio o aproxima do Tiguan -- sendo até mais conservador. Os designers da marca abusaram das linhas retas, especialmente na frente. Os faróis retangulares são mais altos que os do Tiguan e o espaço da grade frontal é bem demarcado.

Atrás, as lanternas horizontais também são grandes e a parte inferior da tampa do porta-malas tem um vinco que interliga as bases das lanternas. No geral, os vincos espalhados pela carroceria fazem o Tarek parecer maior do que realmente é.

Vitor Matsubara/UOL
Imagem: Vitor Matsubara/UOL
O interior tem o "padrão Volkswagen" dos últimos modelos da fabricante. Isso significa compartilhamento de peças -- o volante, por exemplo, é o mesmo aplicado na maioria dos carros da marca.

Chama atenção também a qualidade apenas razoável do acabamento interno. Há plásticos duros e de aspecto pobre pela cabine.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

*Com informações da "Reuters"

Mais Testes e lançamentos