PUBLICIDADE
Topo

Recalls de "airbags mortais" afetam 381 mil carros apenas em 2019 no Brasil

BMW X5 2004 é um dos cinco modelos convocados no recall de fevereiro por conta de airbags da Takata - Divulgação
BMW X5 2004 é um dos cinco modelos convocados no recall de fevereiro por conta de airbags da Takata
Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo (SP)

25/02/2019 11h36

Resumo da notícia

  • Recall mais recente de airbags da Takata é da BMW e afeta 873 veículos
  • Chamamento da marca alemã vale para Série 5 e X5 fabricados de 2000 a 2003
  • Em janeiro, Toyota convocou 379.689 veículos por conta do defeito
  • Falha projeta fragmentos metálicos na cabine quando airbag é acionado
  • No Brasil há pelo menos 30 casos de acidentes com airbags "mortais" e 12 feridos

A BMW anunciou recall para 873 veículos no Brasil, fabricados entre 4 de abril de 2000 e 9 de julho de 2003. Contando esse chamamento da BMW, somente em 2019 já são 381.302 os automóveis convocados por conta dos  "airbags  mortais" da Takata no Brasil --  em janeiro, a Toyota iniciou recall para 379.689 veículos, e no mesmo mês, a FCA (Fiat Chrysler Automóveis) convocou outros 740 carros.

Segundo a BMW, os proprietários dos modelos 525i, 530i, 540i, X5 3.0i e X5 4.4i estão convocados a agendar em uma concessionária a verificação e, caso seja necessária, a troca do aibag dianteiro do motorista. O serviço, gratuito, tem duração estimada de 30 minutos.

Conforme UOL Carros noticiou com exclusividade no mês passado, o problema, capaz de causar ferimentos fatais nos ocupantes, afeta mais de 3,5 milhões de unidades no país, das quais cerca de 2 milhões ainda rodam sem o devido reparo. O defeito nos airbags da Takata é sempre o mesmo:  ao situação ser acionado, o airbag pode apresentar aumento da pressão interna do gerador de gás, rompendo-se e, consequentemente, lançamento fragmentos metálicos no interior do veículo.

Em outros países, sobretudo nos Estados Unidos, a falha está associada a mais de 20 mortes e no Brasil há 30 acidentes confirmados com automóveis defeituosos, com pelo menos 12 pessoas feridas -- os casos envolvem um veículo Toyota Corolla, sem vítimas, e os demais são de automóveis da Honda.

Em relação ao recém iniciado recall da BMW, a marca informa que foram afeados os seguintes chassis com intervalos não sequenciais:

+ 525i: de WBADT41000GY28908 a WBADT41093G003146

+ 530i: de WBADT61043CJ57153 a WBADT61012CE55774

+ 540i: de WBADN810X3BX60720 a WBADN61051GG90664

+ X5 3.0i: de WBAFA51062LM27491 a WBAFA51043LT40335

+ X5 4.4i: de WBAFB31061LG98067 a WBAFB31021LG94260

Para mais informações e consulta do chassi, a BMW coloca à disposição dos clientes o telefone 0800-019-7097 e o site www.bmw.com.br/recall.