PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Sérgio Reis dá toque caipira a samba da Dragões da Real tocando berrante

Sérgio Reis com seu berrante no abre-alas da Dragões da Real - Ricardo Matsukawa
Sérgio Reis com seu berrante no abre-alas da Dragões da Real
Imagem: Ricardo Matsukawa

Renata Nogueira

Do UOL. em São Paulo

11/02/2018 05h35

A Dragões da Real se empenhou para levar para o Anhembi uma homenagem à música sertaneja: abrindo o desfile, no abre-alas, o cantor Sérgio Reis dava um clima caipira tocando um berrante. Animado, Sérgio tocou em vários momentos da apresentação, até o fim.

"Nasci aqui, moro na serra (da Cantareira), então emociona a gente. É um bom tema", comentou o músico, que levou seu próprio berrante para o desfile. "O povo é muito carinhoso comigo, independente das torcidas das escolas, todos eles mandam beijo, fazem coraçõezinhos. Estava bom demais, não queria descer não".

Roberta Miranda também ajudou a escola a contar o enredo “Minha música, minha raiz! Abram a porteira para essa gente caipira e feliz”, como destaque de outro carro alegórico. A história contada pela Dragões foi à origem da música caipira para depois chegar aos dias de hoje, marcados por grandes festivais.