PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Banida após briga, Tati Minerato cai no choro durante o desfile da Gaviões

Impedida de desfilar após protagonizar briga em um ensaio técnico, a rainha de bateria Tati Minerato assiste ao desfile da Gaviões da Fiel no Anhembi - Ricardo Matsukawa
Impedida de desfilar após protagonizar briga em um ensaio técnico, a rainha de bateria Tati Minerato assiste ao desfile da Gaviões da Fiel no Anhembi Imagem: Ricardo Matsukawa

Janaina Nunes

Colaboração para o UOL, em São Paulo

11/02/2018 04h40

Ex-rainha de bateria, Tati Minerato acompanhou o desfile da Gaviões, da qual foi suspensa por ter brigado com Renata Teruel, do camarote do Bar Brahma. A loira tentou segurar as lágrimas, mas caiu no choro assim que foi reconhecida por um integrante da escola.

Logo em seguida, ela foi abraçada por outro componente. "É chato, triste. Queria estar mesmo que fosse empurrando carro.  É a primeira vez em 20 anos que não desfilo. Enfim, ano que vem eu volto. Tudo serve de aprendizado na vida", lamentou.

Mais cedo, Ana Paula Minerato contou que pensou em desistir quando a escola anunciou a suspensão da irmã. “Fiquei arrasada, queria desistir mesmo. Mas pensei friamente, com a razão, e não tinha como, minha fantasia estava pronta e não dá para desistir assim. Eu amo a Gaviões, mas a Tati está sempre comigo, é minha melhor amiga, somos unha e carne”, afirma Ana.