PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Segunda noite de desfiles em São Paulo aposta em artistas brasileiros

Gilberto Gil será homenageado pelo desfile da Vai-Vai no Carnaval de São Paulo - Divulgação / Daryan Dornelles
Gilberto Gil será homenageado pelo desfile da Vai-Vai no Carnaval de São Paulo Imagem: Divulgação / Daryan Dornelles

Soraia Gama

Colaboração para UOL, em São Paulo

10/02/2018 16h00

O Brasil será representado de diversas formas nos desfiles deste sábado (10/2). Além da provocação política e social que a Império de Casa Verde levará para a Avenida, escolas como Mocidade Alegre, Vai-Vai e Dragões da Real vão homenagear nomes da música brasileira.

Alcione será lembrada pela Mocidade Alegre, que também vai falar do Maranhão [terra natal da cantora], e da Mangueira, escola do coração de Marrom. Já a Vai-Vai escolheu o Gilberto Gil para homenagear e pretende “sambar com fé” para conquistar seu 16º título no Grupo Especial.

A Dragões, que bateu na trave no campeonato de 2017 e ficou em 2º lugar, escolheu falar [e mostrar] a alegria do caipira brasileiro. Dois nomes de peso do sertanejo de raíz desfilam pela escola: Sérgio Reis e Roberta Miranda.

Na contramão da música, a X-9 Paulistana abrirá a noite brincando com a trajetória da escola e com ditados populares, enquanto a Gaviões da Fiel escolheu uma lenda indígena tupi para falar sobre o município de Guarulhos. E, para fechar o Carnaval do Especial, a Unidos de Vila Maria homenageia o México e um de seus artistas mais amados pelos brasileiros: Roberto Bolaños, o Chaves.

Sábado

X-9 Paulistana
Atual campeã do Grupo de Acesso, a X-9 celebra a volta ao Grupo Especial cantando os ditados populares. O próprio nome do enredo faz referência ao Carnaval e à trajetória da escola. Afinal, “A voz do samba é a voz de Deus. Depois da tempestade vem a bonança”.

Império de Casa Verde
Na contramão das homenagens, a escola do Tigre Guerreiro optou por uma provocação e reflexão sobre a sociedade em que vivemos.  “O povo, a nobreza real” vai abordar temas atuais da realidade brasileira, como desigualdade, impunidade, liberdade e insatisfação do brasileiro.

Mocidade Alegre
A Mocidade Alegre faz um tributo à cantora Alcione com o enredo “A voz marrom que não deixa o samba morrer”. Além da trajetória da artista, a Morada fará referências ao Maranhão, terra natal de Alcione, e a Mangueira, escola do coração da homenageada.

Vai-Vai
Os 55 anos de carreira de Gilberto Gil vão embalar o desfile da Vai-Vai, maior campeã do Carnaval paulistano, no enredo “Sambar com fé eu vou!”. Um dos destaques promete ser a estreia de Grazzi Brasil, ex-The Voice, única mulher entre os intérpretes oficiais das escolas de São Paulo.

Gaviões da Fiel
Guarulhos como você nunca viu. Essa é a proposta da Gaviões da Fiel com o enredo “Guarus – Na aurora da criação, a profecia tupi... Prosperidade e paz aos guerreiros de Rudá”. A escola corintiana se baseia em uma lenda indígena para homenagear o segundo maior município de São Paulo.

Dragões da Real
Vice-campeã em 2017 e aparecendo nos últimos anos com grande destaque no Carnaval, a Dragões busca o título inédito apostando em um enredo bem brasileiro. “Minha música, minha raíz! Abram a porteira para essa gente caipira e feliz” leva para a avenida a história e o estilo sertanejo. Sérgio Reis participou da gravação oficial do samba e Roberta Miranda foi coroada embaixadora do enredo. Os dois estão confirmados para o desfile.

Vila Maria
Com o enredo “Aproveitam-se de minha nobreza, você não soube, não te contaram? Suspeitei desde o princípio. Não contavam com minha astúcia. Arriba Vila, Arriba México, Arriba Bolaños!”, a Unidos da Vila Maria encerra a segunda e última noite de desfiles dando um salve ao México e ao Chaves – personagem eternizado pelo ator mexicano Roberto Gómez  Bolaños (1929 – 2014).

Serviço:

Abertura dos portões: 19h 
Serviço de vans: para pessoas com deficiência
Proibido entrar com: comida e bebida, garrafa de vidro ou plástico, armas, latas, fogos de artifício, bandeira com mastro, caixa térmica, guarda-chuvas e substâncias tóxicas
Leve: capa de chuva, documento de identidade e dinheiro trocado, se possível
Use: roupas e sapatos confortáveis
Crianças: Proibido menores de 5 anos
De 6 a 12 com pais ou responsáveis
13 a 17  com responsáveis maiores de idade
Mais informações no site da Liga SP https://ligasp.com.br