PUBLICIDADE
Topo

Blocos de rua

Com trio parado e imprevistos, Pilantragi fará "bloco secreto" em 2019

Com trio parado, apenas a bateria do Pilantragi animou trajeto dos foliões - Ariel Martini/Pilantragi/Divulgação
Com trio parado, apenas a bateria do Pilantragi animou trajeto dos foliões Imagem: Ariel Martini/Pilantragi/Divulgação

Do UOL, em São Paulo

05/02/2018 18h52

Um dos blocos mais disputados da zona oeste de São Paulo, o Pilantragi teve um pré-Carnaval lotado e com alguns imprevistos nesse domingo (4). Marcado para sair da esquina da avenida Afonso Bovero com a rua Caraíbas, no bairro de Perdizes, o trio elétrico subiria a avenida até próximo da Dr. Arnaldo e retornaria, mas o trajeto não foi realizado.

Em post publicado no Facebook do evento, os organizadores disseram que foram "ludibriados" pela empresa responsável pelo trio. O texto diz que todas as visitas técnicas atestavam que o veículo tinha condições de fazer o percurso, mas, em cima da hora, a quantidade de fios e árvores das ruas impediram sua movimentação.

Muitos foliões cobraram explicações dos organizadores, que responderam na região dos comentários. O tom destas respostas gerou ainda mais críticas dos seguidores. 

Em contrapartida, o Pilantragi afirmou que o bloco será secreto em 2019. "A partir de 2019 não avisaremos sobre a saída do bloco e mudaremos de trajeto. O único objetivo é diminuir a quantidade de público e assim evitar desgastes", diz o texto.

Leia o comunicado na íntegra postado Facebook:

Salve!

Sempre agrademos todos os feedbacks que vocês passam. Quem conhece o projeto sabe que são mais de 550 festas e 40 ocupações realizadas nos últimos cinco anos e que nossa dedicação sempre é muito grande. Nossa consciência está tranquila e estamos muito felizes com tudo de bom que aconteceu ontem. O que nos propomos é a integração humana. Não somos máquinas. Não ganhamos dinheiro com o carnaval. São 7 meses de preparação para apenas 5 horas de ocupação.

Só para esclarecer, sobretudo para quem chegou depois e achou que o bloco não saiu, que nós fomos ludibriados pela empresa que forneceu nosso trio elétrico. Aliás, esse foi o último ano que utilizamos um. Nunca mais!

Além da qualidade péssima do som, a empresa responsável passou informações erradas, inclusive em contrato, alegando que o carro teria condições de fazer todo trajeto. Segundo eles, todas as visitas técnicas foram feitas e os documentos atestavam que tudo estava certo. Como vocês perceberam não conseguimos sair com o trio. O motivo da decisão foi não colocar em risco a vida das pessoas que estavam em cima do mesmo já que durante todo trajeto a quantidade de fios e árvores era muito grande.

A real altura do carro, que foi questionada muitas vezes por todos nós, foi omitida pela empresa. Segundo eles, todos os laudos atestavam que o trio conseguiria seguir o roteiro. Mentiram.

Em decisão conjunta entre Prefeitura, Polícia Militar, CET e GSM ficou decidido que o trio ficaria no lugar. A partir disso mudamos toda nossa programação. A melhor decisão era colocar toda nossa bateria na rua. A mesma se apresentaria pela primeira vez durante 50 minutos junto com a banda, seguindo o carro, porém acabou tocando 3 horas. Foi um processo intenso e realmente cansativo. Porém, foi uma nova experiência.

O espaço para elogios e reclamações é livre. Estamos focados em sempre melhorar. Sendo assim, fiquem a vontade para expressar suas opiniões. Lembrando que também é um direito nosso nos expressar apenas quando quisermos e acharmos necessário.

Em breve abriremos vagas para aulas gratuitas de percussão.

Conforme assumido com os orgaos acima o bloco encerrou suas atividades pontualmente às 18h30. Não concluimos o trajeto por falta de tempo. Reclamações referentes a isso podem ser feitas diretamente com o nosso Prefeito.

Esquecemos de avisar a novidade: a partir de 2019 não avisaremos sobre a saída do bloco e mudaremos de trajeto.

Muito obrigado!