PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Após incêndio, Acadêmicos do Tucuruvi desfilará sem ser julgada

Incêndio destruiu fantasias da Acadêmicos do Tucuruvi - Divulgação
Incêndio destruiu fantasias da Acadêmicos do Tucuruvi Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

05/01/2018 11h20

Após ter suas fantasiadas destruídas em um incêndio na madrugada de quarta para quinta-feira (4), a Acadêmicos do Tucuruvi manterá o seu desfile no Carnaval, mas não será julgada, de acordo com decisão divulgada pela Liga das Escolas de Samba de SP.

“Na noite desta quinta-feira, os presidentes das 14 escolas de samba do Grupo Especial do Carnaval de São Paulo se reuniram na sede da Liga SP e decidiram por unanimidade que a escola de samba Acadêmicos do Tucuruvi irá manter a sua apresentação no Carnaval 2018, porém estará isenta de julgamentos”, informou a organização em comunicado oficial.

Com isso, a Acadêmicos do Tucuruvi seguirá no grupo especial do Carnaval paulista em 2019. As demais escolas cumprirão normalmente o regulamento, com os critérios tradicionais para definir as rebaixadas e as campeãs.

Ainda segundo a Liga, a Acadêmicos do Tucuruvi irá “direcionar todos os esforços para reconstruir sei Carnaval nos próximos 35 dias”.

A agremiação desfila no dia 9 de fevereiro, a primeira noite de desfiles do grupo especial em São Paulo.

O carnavalesco Flávio Campello lamentou o incêndio “Quando cheguei no ateliê vi o consumo de todas as fantasias que tínhamos armazenado nesse galpão, ou seja, 90% do nosso Carnaval estava ali dentro. O fogo destruiu todo o nosso projeto de Carnaval”, afirmou ao UOL.

Localizado na Vila Mazzei, na zona norte da capital paulista, o galpão era utilizado pela Tucuruvi há sete anos para confecção e armazenamento das fantasias. Com o início do incêndio, nove viaturas dos Bombeiros atenderam a ocorrência.