PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Pesquisa indica queda em internados por covid em hospitais privados de SP

Hospitais privados de SP apresentaram diminuição no número de internados com coronavírus - iStock
Hospitais privados de SP apresentaram diminuição no número de internados com coronavírus Imagem: iStock

Colaboração para o Viva Bem

22/09/2021 12h00

Um levantamento aponta que o número de pacientes internados por covid-19 nos hospitais da rede privada de São Paulo apresentou uma queda significativa nos últimos dez dias. Além disso, a maioria das unidades também registraram redução no número de hospitalizados em UTIs (Unidade de Terapia Intensiva).

A pesquisa foi realizada pelo SindHosp (Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo) entre 13 e 21 de setembro em 60 hospitais particulares de São Paulo, sendo 27% na capital e 73% no interior. Somadas, as unidades hospitalares têm 2.454 leitos de UTIs e 4.157 leitos clínicos.

De acordo com o SindHosp, 98% dos hospitais pesquisados apresentaram diminuição da internação de pacientes com coronavírus. Destes, 64% dos serviços de saúde apontam redução da ocupação de leitos entre 41% e 50%, enquanto 17% indicam redução de internação acima dos 71%.

Outro dado significativo é em relação aos pacientes hospitalizados nas UTIs: 66% dos hospitais apresentaram ocupação menor que 50% dos leitos enquanto 30,5% disseram ter ocupação entre 81% e 90%. Na pesquisa anterior, feita em agosto, somente 11% das unidades estavam com ocupação menor que 50% nos leitos de UTI.

Por outro lado, a pesquisa apontou que aumentou o tempo em que os pacientes precisam ficar internados nas UTIs. No mês passado, 73% das unidades disseram que os doentes ficavam hospitalizados por um período médio de 8 a 14 dias, agora, no entanto, 75% das redes hospitalares relataram que esse tempo aumentou e está entre 15 e 21 dias.

Em relação à idade dos pacientes internados nas UTIs por causa do coronavírus, 47% dos hospitais indicam a predominância de pacientes acima de 70 anos e 39% registram pacientes entre 61 e 70 anos. Quando questionados sobre o número de crianças acima de 12 anos internados com covid-19, 70% dos hospitais não registraram aumento e 30% preferiram não responder ao questionamento.

Diminuição de internados com covid é reflexo da vacinação

Para o médico do SindHosp, Francisco Balestrin, a redução de pacientes que precisaram ser hospitalizados em decorrência do coronavírus é um reflexo direto da aplicação das vacinas contra a doença na população brasileira.

"Hoje temos 68% da população vacinada com a primeira dose e este é o motivo do esvaziamento dos hospitais [particulares] com pacientes de covid", explicou o profissional de saúde, ressaltando, porém, a importância de continuar seguindo os protocolos recomendados - uso de máscara, lavagem de mãos e distanciamento social.

Conforme dados do consórcio de veículos de imprensa do qual o UOL faz parte, mais de 80 milhões de brasileiros já estão com a vacinação completa contra a covid-19. O número refere-se a 37,53% da população nacional.

No total, a primeira dose foi aplicada em 141.453.669 brasileiros, o que representa 66,31% da população do país. Até o momento, 295.638 pessoas já receberam a dose de reforço.

Saúde