PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Covid: 80 milhões de brasileiros completam vacinação, 37,53% da população

Mais de 80 milhões de brasileiros já completaram a vacinação contra a covid-19 - Divulgação / Prefeitura de Alto Alegre do Maranhão (MA)
Mais de 80 milhões de brasileiros já completaram a vacinação contra a covid-19 Imagem: Divulgação / Prefeitura de Alto Alegre do Maranhão (MA)

Lucas Borges Teixeira e Ricardo Espina

Do VivaBem e Colaboração para o VivaBem, em São Paulo

18/09/2021 20h03Atualizada em 18/09/2021 21h00

O Brasil superou hoje a marca de 80 milhões de pessoas com vacinação completa contra a covid-19. No total, 80.054.632 brasileiros já tomaram a segunda dose ou a dose única de imunizante contra a doença, o equivalente a 37,53% da população nacional. O levantamento é do consórcio de veículos de imprensa do qual o UOL faz parte, com base nos dados fornecidos pelas secretarias estaduais de saúde.

Nas últimas 24 horas, 740.421 pessoas concluíram o esquema vacinal —destas, 736.026 receberam a segunda dose, e outras 4.395, a dose única. Neste mesmo período, também foram aplicadas 368.475 primeiras doses e 28.210 doses de reforço.

No total, a primeira dose foi aplicada em 141.453.669 brasileiros, o que representa 66,31% da população do país. Até o momento, 295.638 pessoas já receberam a dose de reforço.

18.09.21 - Vacinação Brasil 1ª dose - Arte/UOL - Arte/UOL
Imagem: Arte/UOL

Entre ontem e hoje, o total de doses aplicadas chegou a 1.137.106, na soma de primeiras, segundas, únicas e de reforço.

Acre, Ceará, Minas Gerais e Sergipe não enviaram dados atualizados sobre a vacinação até o horário de fechamento do boletim do consórcio, às 20h.

Em termos percentuais, Mato Grosso do Sul lidera entre os estados com a maior parcela de sua população com ciclo vacinal completo: 52,28% de seus habitantes.

São Paulo continua à frente em relação à proporção de habitantes que já tomaram a primeira dose: 77,75% de sua população total.

18.09.21 - Vacinação Brasil 2ª dose - Arte/UOL - Arte/UOL
Imagem: Arte/UOL

Cidade do Rio de Janeiro suspende vacinação de adolescentes de 12 e 13 anos

A Prefeitura do Rio de Janeiro suspendeu a vacinação de adolescentes de 12 e 13 anos por falta do imunizante da Pfizer, o único recomendado a essa faixa de idade.

Embora o Ministério da Saúde tenha recomendado aos estados que interrompam a vacinação entre adolescentes que não tenham comorbidade, o Rio decidiu continuar com a imunização. A Secretaria de Saúde da cidade confirmou ao UOL que a falta da Pfizer foi o motivo para a interrupção, já que "vacinou adolescentes de 14 anos até sexta-feira (17)".

"Na próxima reunião do Comitê Especial de Enfrentamento à Covid-19, o tema será debatido para decisão sobre a continuidade da vacinação de adolescentes de 13 e 12 anos", diz a secretaria.

Veículos se unem pela informação

Em resposta à decisão do governo Jair Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia de covid-19, os veículos de comunicação UOL, O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo, O Globo, G1 e Extra formaram um consórcio para trabalhar de forma colaborativa para buscar as informações necessárias diretamente nas secretarias estaduais de Saúde das 27 unidades da Federação.

O governo federal, por meio do Ministério da Saúde, deveria ser a fonte natural desses números, mas atitudes de autoridades e do próprio presidente durante a pandemia colocam em dúvida a disponibilidade dos dados e sua precisão.

Saúde