PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Butantan recebe insumos para produzir mais 4 milhões de doses da CoronaVac

SP recebe lote de matéria prima para fabricação de mais de 4 milhões de doses da CoronaVac - Divulgação/Governo de São Paulo
SP recebe lote de matéria prima para fabricação de mais de 4 milhões de doses da CoronaVac Imagem: Divulgação/Governo de São Paulo

Do VivaBem, em São Paulo

02/08/2021 07h27Atualizada em 02/08/2021 10h29

O Instituto Butantan recebeu na noite de ontem mais 2 mil litros de IFA (ingrediente farmacêutico ativo) para produção de mais 4 milhões de doses da CoronaVac, vacina contra a covid-19 desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o instituto.

O avião com os insumos pousou na noite de ontem no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo. A chegada foi anunciada pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), nas redes sociais.

Na última sexta-feira (30), o Instituto Butantan entregou mais 1,2 milhão de doses da CoronaVac ao PNI (Programa Nacional de Imunizações). Com a remessa, o instituto totalizou 62,849 milhões de doses fornecidas ao Ministério da Saúde desde 17 de janeiro deste ano, quando o uso emergencial do imunizante contra a covid-19 foi aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Segundo dados do governo estadual de São Paulo, desde o dia 14 de julho até sexta, foram entregues 9,7 milhões de doses da vacina, que são referentes à produção de um lote de doses processadas pelo instituto a partir dos 6 mil litros de IFA, recebidos no dia 26 de junho.

Na madrugada do último dia 13, o Butantan recebeu mais 12 mil litros de IFA para produzir e entregar outras 20 milhões de doses.

As vacinas liberadas na sexta fazem parte do segundo contrato firmado com o Ministério da Saúde, de 54 milhões de vacinas. O primeiro, de 46 milhões, foi concluído em 12 de maio.

Calendário

Na última quarta-feira (28), Doria afirmou em entrevista coletiva que o calendário de vacinação no estado será mais uma vez adiantado — a nova previsão é que todos os adultos com mais de 18 anos sejam vacinados até o dia 16 de agosto.

O governo de São Paulo fez a ressalva de que o cumprimento da agenda depende do envio das doses previstas pelo Ministério da Saúde.

Adolescentes dos 12 aos 17 anos, segundo governo, deverão ser vacinados a partir do dia 18 do mesmo mês, começando pelos que possuem comorbidades. O Butantan pediu aval da Anvisa para aplicar CoronaVac em menores de 18 anos.

* Com informações da Agência Brasil

Saúde