PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Doria promete vacinar os adultos até o dia 16; adolescentes começam em 18/8

Henrique Sales Barros, Leonardo Martins e Rayanne Albuquerque

Do UOL, em São Paulo

28/07/2021 08h38Atualizada em 28/07/2021 15h00

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou hoje em entrevista coletiva realizada no Palácio dos Bandeirantes que o calendário de vacinação no estado será mais uma vez adiantado. A nova previsão é que todos os adultos com mais de 18 anos sejam vacinados até o dia 16 de agosto. Adolescentes dos 12 aos 17 anos, segundo governo, deverão ser vacinados a partir do dia 18 do mesmo mês, começando pelos que possuem comorbidades.

Cerca de 4 milhões de doses foram compradas junto ao laboratório Sinovac, de acordo com governo estadual. "As doses já chegaram e foram distribuídas", afirmou Doria.

Em todas as antecipações anteriores de calendário, o governo de São Paulo fez a ressalva de que o cumprimento da agenda depende do envio das doses previstas pelo Ministério da Saúde. Atualmente, algumas capitais como, o Rio de Janeiro, têm enfrentado dificuldades em cumprir o cronograma de imunização anunciado e responsabilizam a demora na entrega de doses por parte do ministério.

O calendário estadual de vacinação não precisa ser seguido, obrigatoriamente, pelos municípios. A capital, por exemplo, vacina desde ontem pessoas com 29 anos, faixa etária que de acordo com a previsão do estado começaria a ser vacinada no dia 5 de agosto. Hoje, o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, afirmou que na sexta-feira será a vez de quem tem 28 anos ser vacinado na cidade.

Em entrevista coletiva, São Paulo anuncia novo calendário de vacinação - Reprodução - Reprodução
Em entrevista coletiva, São Paulo anuncia novo calendário de vacinação
Imagem: Reprodução

Doria também anunciou que o estado aumentará o horário de funcionamento e a taxa de ocupação de pontos comerciais: "Não teremos mais toques de restrição a noite ou de madrugada a partir de 1º de agosto". O horário limite, que se encerra as 23h, agora vai ser estendido para a meia-noite.

A capacidade de ocupação vai passar dos atuais 60% para 80%. São medidas válidas, boas e positivas. A vida está voltando ao normal no estado de SP, de forma segura, passo a passo. Não teremos mais toques de restrição a noite ou de madrugada a partir de 1º de agosto
João Doria

De acordo com a secretária de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen, protocolos de segurança como distanciamento social, uso de máscara e medidas de higiene serão exigidas para conter a disseminação do novo coronavírus.

"Vamos dar um passo para a próxima fase de transição com toda a população adulta tendo acesso à primeira dose Lembrando que os protocolos se mantém [...] Na etapa da Retomada Segura, nós damos o próximo passo, em que a restrição de horário é retirada e a ocupação é permitida em até 100%, desde que mantido o distanciamento e os protocolos: uso de máscara e protocolos de higiene e limpeza", afirmou.

Não teremos mais limite de ocupação e nem tampouco de horários a partir de 17 de agosto. Com isso, ainda mantendo uso de máscara, o uso de álcool em gel e mantendo protocolos de distanciamento, já estaremos com novas regras de funcionamento."
João Doria

Doria volta aos trabalhos presenciais

Doria estava afastado desde 15 de julho, quando foi diagnosticado com covid-19. "Hoje estou especialmente feliz de estar de volta. Passei 14 dias bem, sem qualquer sintoma e protegido", afirmou.

"Tomei a vacina, as duas doses da vacina do Butantan, a CoronaVac, mas poderia também ter tomado outras vacinas. Sou exemplo vivo de que vacinas salvam e protegem. A todos que podem ser vacinados: tomem sua vacina ", declarou no início da fala.

Saúde