PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Whindersson passa por cirurgia; veja 4 problemas que podem afetar o ânus

Whindersson Nunes no hospital - Reprodução / Instagram
Whindersson Nunes no hospital Imagem: Reprodução / Instagram

Do VivaBem*, em São Paulo

08/07/2021 14h11

Nesta quarta-feira (7), Whindersson Nunes informou pelas redes sociais que estava passando por um novo procedimento cirúrgico na região do ânus -- sem dar mais detalhes sobre o caso. Em publicação no Instagram, o youtuber publicou fotos diretamente do hospital para tranquilizar os fãs.

"Lembra da cirurgia no 'tóba' que eu fiz uma vez? Pois tive que fazer de novo! Dessa vez mandei arrancar da bunda e botar no pé, se acontecer alguma coisa eu digo que pisei na merda do cachorro", escreveu nas redes, em tom de brincadeira.

Em abril de 2019, Whindersson já tinha avisado os seguidores que teria que passar por uma cirurgia de emergência na região. Na ocasião, ele contou que sentiu dores no ânus, procurou um médico e teve que ser operado de emergência.

Mas quais problemas podem afetar a região do ânus? Além da hemorroida, condição relativamente comum, que atinge grande parte da população, há outros problemas que podem acometer o local, como a fissura ou a fístula. Em alguns casos, o surgimento de sintomas, como a presença de sangue, pode indicar algo mais grave.

"Por achar que o problema é 'apenas' hemorroidas, muitas pessoas não levam o sintoma a sério e acabam descobrindo tardiamente que estão com algo mais grave, como um tumor maligno no ânus. Por isso, sangrou, procure um médico o quanto antes", alerta Marcelo Averbach*, cirurgião do aparelho digestivo no Hospital Sírio-Libanês.

Veja 4 problemas que podem afetar o ânus

Hemorroida

Ela ocorre devido à dilatação de vasos sanguíneos do ânus. Com o esforço físico excessivo ao evacuar e a passagem das fezes ressecadas e endurecidas, eles podem eventualmente se romper, ocasionando hemorragias e dor local.

A hemorroida pode ser classificada como interna, se estiver localizada dentro do canal do ânus, ou externa, se estiverem para fora, na borda do ânus.

Fissura

É como um corte na borda do ânus e a fístula, uma feridinha entre o canal e a pele externa do ânus. Ela surge, em 90% dos casos, por infecção e inflamação de glândulas dessa região.

"Se a fissura for aguda, pode ter sido provocada por força ao evacuar, relação sexual anal ou mesmo por alergia e ressecamento da pele a algum produto, como papel higiênico. Quando crônica, seu desenvolvimento é associado a uma contração involuntária da musculatura do ânus e que pode ser bastante dolorosa", explica Camila Cannato*, médica e cirurgiã do aparelho digestivo pela Escola Paulista de Medicina da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo).

Fístula

Existem várias glândulas que produzem secreção perto da borda do ânus, dentro do canal anal. "Às vezes, elas entopem e formam um abcesso (tipo um furúnculo), que pode estourar para a pele do lado de fora do ânus, formando um buraquinho que coça, sangra, dói e vaza pus constantemente", explica Alexandre Sakano*, gastrocirurgião da BP, a Beneficência Portuguesa, de São Paulo.

O problema também pode ocorrer espontaneamente, sem uma causa específica ou estar relacionado a doenças inflamatórias intestinais, como colite ulcerosa, doença de Crohn e diverticulite intestinal.

Câncer colorretal

Também conhecido como câncer de intestino ou de cólon e reto, ele abrange os tumores que se iniciam na parte do intestino grosso chamada cólon e no reto (final do intestino, imediatamente antes do ânus) e ânus.

Apesar de ser assintomático no início, à medida que progride, pode dar sinais como presença de sangue ou muco nas fezes, dores ou sangramento ao evacuar, mudança no hábito intestinal, fezes escuras ou em formato de fitas, entre outros.

Procure um especialista

A diferenciação entre os casos deve ser feita por um médico, que para chegar a um diagnóstico preciso, além de avaliar clinicamente os sintomas, pode solicitar exames de imagens da região anal, como sigmoidoscopia, anuscopia e proctoscopia, entre outros.

* Com informações de reportagens publicadas nos dias 02/10/2018, 18/06/2019 e 13/09/2019.

Saúde